Friboi reúne aliados e chama Iris para a briga

Para se contrapor às intensas movimentações do ex-prefeito, empresário conclamou tropa em seu escritório político a defender a realização de prévias no partido até o dia 10 de maio; evento, com jeito de comício, teve tenda montada para proteger os convidados do sol, palco para abrigar dezenas de lideranças, transmissão ao vivo pela internet e chegada triunfal de Friboi ao lado de um Maguito Vilela bastante empolgado; nos discursos, o tom era de que o partido precisa deixar de lado as vaidades para não perder de novo; estranhamente, atrás do palco, um banner anunciava: "PMDB unido"

Para se contrapor às intensas movimentações do ex-prefeito, empresário conclamou tropa em seu escritório político a defender a realização de prévias no partido até o dia 10 de maio; evento, com jeito de comício, teve tenda montada para proteger os convidados do sol, palco para abrigar dezenas de lideranças, transmissão ao vivo pela internet e chegada triunfal de Friboi ao lado de um Maguito Vilela bastante empolgado; nos discursos, o tom era de que o partido precisa deixar de lado as vaidades para não perder de novo; estranhamente, atrás do palco, um banner anunciava: "PMDB unido"
Para se contrapor às intensas movimentações do ex-prefeito, empresário conclamou tropa em seu escritório político a defender a realização de prévias no partido até o dia 10 de maio; evento, com jeito de comício, teve tenda montada para proteger os convidados do sol, palco para abrigar dezenas de lideranças, transmissão ao vivo pela internet e chegada triunfal de Friboi ao lado de um Maguito Vilela bastante empolgado; nos discursos, o tom era de que o partido precisa deixar de lado as vaidades para não perder de novo; estranhamente, atrás do palco, um banner anunciava: "PMDB unido" (Foto: José Barbacena)

Goiás247 - Nem mesmo os peemedebistas sabem o rumo que o partido vai tomar nesta eleição. Rachado entre Iris Rezende e Júnior Friboi, o PMDB caminha para presenciar uma guerra nunca antes vista dentro da legenda em Goiás. Um exemplo do que está por vir aconteceu na manhã desta sexta-feira (11), em Goiânia.

Júnior Friboi reuniu aliados em seu escritório político para defender a realização de prévias no partido até o dia 10 de maio. O evento teve cara de comício e campanha. Tenda montada para proteger os convidados do sol, palco para abrigar dezenas de lideranças, transmissão ao vivo pela internet e chegada triunfa de Júnior Friboi ao lado do prefeito Maguito Vilela.

Um banner atrás do palco dizia "PMDB Unido". Friboi abriu os discursos com breve saudação e defendendo unidade. Ao seu lado, deputados, prefeitos e um sorridente Maguito, que na semana passada declarou apoio a Iris Rezende durante a reunião mais tímida realizada pelo ex-governador.

"Proponho que o PMDB defina seu rumo nos próximos 30 dias. Minha proposta é que no máximo até 10 de maio seja feita uma prévia, uma pré-convenção ou outro mecanismo democrático, que garanta que a base do partido escolha quem será o candidato a Governador do PMDB. E a decisão será de vocês, deputados, prefeitos, delegados do partido, presidentes de diretórios, enfim, dos militantes, os verdadeiros donos do PMDB", afirmou Friboi, lendo um discurso que chamou de "documento".

A maioria dos que empunharam o microfone bateu na mesma tecla. O partido precisa deixar de lado as vaidades e se unir porque se não vai perder de novo. As derrotas para Marconi Perillo (PSDB) eram lembradas a cada instante. E quem perdeu para Marconi duas vezes foi Iris, em 1998 e 2010.

"Iris perdeu as eleições porque não teve talvez o número de alianças pra vencer. Temos que ter humildade para reconhecer isso. Perdemos várias eleições", alertou Maguito. Júnior quer uma decisão definitiva até 10 de maio para facilitar a busca por alianças e coligações e ajeitar as candidaturas para deputado estadual e federal.

No final do discurso, mais um recado de Friboi para Iris. "Eu não estou abrindo mão de nada, vou até o fim. O que eu quero é entregar a decisão ao maior número possível de militantes do PMDB, para garantir que a base do partido saia vitoriosa e vá às ruas aguerrida, mobilizada, e convencida de que é a parte principal deste partido".

Samuel

Samuel Belchior, presidente estadual do PMDB, não foi ao evento, mas já disse que descarta a realização de prévias até a data que deseja Friboi. Ele afirma que não há mais tempo para realizar tal processo de escolha e ressalta que vai lutar pelo entendimento interno. Ou seja, o PMDB segue sem rumo e a guerra entre Iris e Friboi continua.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247