Geddel avisa: "Palanque duplo nunca mais"

Vítima da promessa não cumprida de palanque duplo por parte da então candidata e hoje presidente Dilma Rousseff, o ex-ministro teme repetir a dose num cenário que se desenha sem uma candidatura alternativa ao Planalto por outro partido da base do governo; daí a torcida do peemedebista é toda pela candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, do PSB; "Tô sempre pronto a cometer erros novos. Palanque duplo nunca mais"

Geddel avisa: "Palanque duplo nunca mais"
Geddel avisa: "Palanque duplo nunca mais"

Romulo Faro - Bahia 247

A má experiência de 2010 faz o vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa, Geddel Vieira Lima, lançar esperança de verdade na candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), à presidência da República no ano que vem.

Vítima da promessa não cumprida de palanque duplo por parte da então candidata e hoje presidente Dilma Rousseff, o ex-ministro teme repetir a dose num cenário que se desenha sem uma candidatura alternativa ao Planalto por outro partido da base do governo.

Se Eduardo não for candidato, Geddel poderia torcer pela candidatura da ex-ministra e ex-senadora Marina Silva. Só não dá é para apoiar o tucano Aécio Neves e se manter no PMDB, partido do vice-presidente Michel Temer.

Em 2010 Dilma e Lula abandonaram o peemedebista e se dedicaram a ajudar o governador Jaques Wagner, seu correligionário, que venceu com facilidade. Daí é que Geddel avisa: "Tô sempre pronto a cometer erros novos. Palanque duplo nunca mais".

Afirmativa consta de nota do blog do Ilimar Franco, em O Globo, intitulada 'Ressabiado'. Na quinta-feira (25), o peemedebista elogiou em seu perfil no Twitter a performance de Eduardo no programa nacional do PSB na TV.

"Qualificado e competente o programa do PSB. Estava muito bem o governador Eduardo Campos". No carnaval, Geddel afirmou em entrevista à Folha que o socialista é um dos políticos mais competentes da sua geração.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247