Geddel diz à PF que foi a aeroporto para dar um abraço em Funaro

Em depoimento à Polícia Federal, o ex-ministro de Michel Temer, Geddel Vieira Lima, disse que esteve com Lúcio Funaro, operador financeiro do PMDB, no aeroporto de Salvador apenas para "dar um abraço" em Funaro; o operador do mercado financeiro disse que era num hangar do aeroporto da capital baiana que ele repassava malas de dinheiro a Geddel; o político baiano era chamado de "boca de jacaré" por Funaro

Funaro Geddel
Funaro Geddel (Foto: Charles Nisz)

Bahia 247 - Em interrogatório na sede da Polícia Federal em Brasília no dia 20 de julho, Geddel Vieira Lima, ex-ministro do governo de Michel Temer, prestou depoimento sobre seu envolvimento numa quadrilha que fraudou a liberação de financiamentos da Caixa Econômica Federal.

De acordo com a coluna Expresso, da revista Época, Geddel foi questionado sobre encontros com o operador do mercado financeiro Lúcio Bolonha Funaro num hangar do aeroporto de Salvador. Segundo Funaro, era naquele local que ele repassava "malas de dinheiro" ao peemedebista.

Segundo Funaro, Geddel era conhecido por empresários e lobistas como "boca de jacaré", por sua voracidade em pedir propinas.

Geddel negou o recebimento de dinheiro. Falou de uma certa ocasião em que estava em casa e recebeu um telefonema de Funaro avisando que faria uma parada técnica com seu jatinho na capital baiana. Geddel disse à PF que foi ao encontro de Funaro apenas para lhe dar um abraço.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247