Geraldo Julio será investigado por uso do site da prefeitura

Ministério Público pediu abertura de inquérito para averiguar se o atual prefeito do Recife e candidato à reeleição, Geraldo Júlio (PSB), fez uso da máquina ao disseminar no site da prefeitura matérias institucionais com referências a obras de infraestrutura, como manutenção de vias e escadarias, construção de habitacional na Linha do Tiro e inauguração de serviço no Hospital da Mulher, entre outros; a denúncia foi feita pela coligação Recife pela Democracia, do adversário João Paulo (PT)

Ministério Público pediu abertura de inquérito para averiguar se o atual prefeito do Recife e candidato à reeleição, Geraldo Júlio (PSB), fez uso da máquina ao disseminar no site da prefeitura matérias institucionais com referências a obras de infraestrutura, como manutenção de vias e escadarias, construção de habitacional na Linha do Tiro e inauguração de serviço no Hospital da Mulher, entre outros; a denúncia foi feita pela coligação Recife pela Democracia, do adversário João Paulo (PT)
Ministério Público pediu abertura de inquérito para averiguar se o atual prefeito do Recife e candidato à reeleição, Geraldo Júlio (PSB), fez uso da máquina ao disseminar no site da prefeitura matérias institucionais com referências a obras de infraestrutura, como manutenção de vias e escadarias, construção de habitacional na Linha do Tiro e inauguração de serviço no Hospital da Mulher, entre outros; a denúncia foi feita pela coligação Recife pela Democracia, do adversário João Paulo (PT) (Foto: Realle Palazzo-Martini)

247 - A Justiça Eleitoral deve investigar, a pedido do Ministério Público de Pernambuco, o uso do site da Prefeitura do Recife em favor da candidatura do prefeito Geraldo Julio (PSB) à reeleição.

Para o promotor Marcellus Ugiette, é preciso averiguar se houve conduta vedada pela legislação eleitoral e qual a responsabilidade do candidato. Se ficar comprovada a participação de Geraldo, ele poderá ter o registro de candidatura cassado.

Responsável pelas investigações judiciais relacionadas às eleições, a juíza Valéria Rúbia Duarte, da 1ª Zona Eleitoral, mandou notificar a Frente Popular do Recife, Geraldo Julio e o vice, Luciano Siqueira (PCdoB), para apresentarem defesa em cinco dias. A coligação recebeu a intimação nesta terça (11/10).

A denúncia contra o prefeito foi feita originalmente pela coligação Recife pela Democracia, do adversário João Paulo (PT). Nas semanas iniciais da campanha no primeiro turno, uma liminar da juíza auxiliar da propaganda eleitoral, Maria Auri Alexandre Ribeiro, acatou a representação e mandou a prefeitura remover do site 30 matérias institucionais. Os textos fazem referência a obras de infraestrutura, como manutenção de vias e escadarias, construção de habitacional na Linha do Tiro e inauguração de serviço no Hospital da Mulher, entre outros.

O advogado da Frente Popular e de Geraldo Julio, Carlos Neves, alega que não houve propaganda no site a favor do cliente, mas somente notícias de utilidade pública.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247