Gestão acata pedido do Sintet e direção vai consultar a base

O secretário de Educação de Palmas, professor Danilo Melo, informou que representantes da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Tocantins (Sintet) que o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, aceitou a proposta intermediária de devolver em folha complementar ainda este mês parte dos pontos cortados dos grevistas que farão a reposição de aulas no mês de janeiro do ano que vem; “Estamos atendendo ao pedido de reposição de aulas, o pedido de reposição de pontos agora parcelados conforme sugestão dos sindicatos, mas queremos os professores integralmente de volta às salas sem nenhum resquício de tensão entre grevistas e não grevistas”

O secretário de Educação de Palmas, professor Danilo Melo, informou que representantes da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Tocantins (Sintet) que o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, aceitou a proposta intermediária de devolver em folha complementar ainda este mês parte dos pontos cortados dos grevistas que farão a reposição de aulas no mês de janeiro do ano que vem; “Estamos atendendo ao pedido de reposição de aulas, o pedido de reposição de pontos agora parcelados conforme sugestão dos sindicatos, mas queremos os professores integralmente de volta às salas sem nenhum resquício de tensão entre grevistas e não grevistas”
O secretário de Educação de Palmas, professor Danilo Melo, informou que representantes da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Tocantins (Sintet) que o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, aceitou a proposta intermediária de devolver em folha complementar ainda este mês parte dos pontos cortados dos grevistas que farão a reposição de aulas no mês de janeiro do ano que vem; “Estamos atendendo ao pedido de reposição de aulas, o pedido de reposição de pontos agora parcelados conforme sugestão dos sindicatos, mas queremos os professores integralmente de volta às salas sem nenhum resquício de tensão entre grevistas e não grevistas” (Foto: Leonardo Lucena)

Tocantins 247- O secretário de Educação de Palmas, professor Danilo Melo, informou que representantes da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Tocantins (Sintet) que o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, aceitou a proposta intermediária de devolver em folha complementar ainda este mês parte dos pontos cortados dos grevistas que farão a reposição de aulas no mês de janeiro do ano que vem. O parlamentar prestou a informações durante a segunda rodada de negociações entre  e Secretaria Municipal de Educação (Semed), acompanhada pelo presidente da Câmara Municipal de Palmas, vereador José do Lago Folha Filho.

“Estamos atendendo ao pedido de reposição de aulas, o pedido de reposição de pontos agora parcelados conforme sugestão dos sindicatos, mas queremos os professores integralmente de volta às salas sem nenhum resquício de tensão entre grevistas e não grevistas e dispostos a trabalhar pelo aluno sem nenhum tipo de sabotagem quanto aos índices do IDEB, no qual estamos subindo a cada ano e com a reposição correta e integral das aulas”, afirmou o titular da pasta.

O presidente do Sintet, José Roque, afirmou que “vamos consultar a base o mais rápido possível porque não podemos assinar um acordo apenas nós três”.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247