Governador vai nomear novos professores para a Uece

Enquanto o governador nomeia 81 novos professores pra reforçar o quadro docente, o impasse do reajuste salarial continua e o Sindicato dos Docentes da UECE está convocando a categoria para uma Assembleia Geral, no próximo dia 18 para discutir o indicativo de greve 

Enquanto o governador nomeia 81 novos professores pra reforçar o quadro docente, o impasse do reajuste salarial continua e o Sindicato dos Docentes da UECE está convocando a categoria para uma Assembleia Geral, no próximo dia 18 para discutir o indicativo de greve 
Enquanto o governador nomeia 81 novos professores pra reforçar o quadro docente, o impasse do reajuste salarial continua e o Sindicato dos Docentes da UECE está convocando a categoria para uma Assembleia Geral, no próximo dia 18 para discutir o indicativo de greve  (Foto: Fatima 247)

Ceará 247 - O governador Camilo Santana deve nomear, nesta sexta-feira (15), às 9h30 no Palácio da Abolição, 81 novos professores para a UECE. Os docentes foram aprovados no Concurso da Fundação Universidade Estadual do Ceará (Funece), realizado em 2015. Os nomeados ministrarão aulas nas diversas áreas do conhecimento, em todos os Centros e Faculdades da Uece, na Capital e Interior. Em fevereiro e março passados, 23 novos professores já haviam tomado  posse na Uece e também estão convidados a participar da cerimônia com o governador do Estado.

Enquanto o governador nomeia os novos professores pra reforçar o quadro docente, o impasse do reajuste salarial continua e o Sindicato dos Docentes da UECE - Sinduece, está convocando a categoria para uma Assembleia Geral, no dia 18, segunda-feira, às 9 horas, no auditório central do Campus do Itaperi.  A pauta da Assembleia prevê a discussão sobre o reajuste salarial e o indicativo de greve da categoria, em articulação com o conjunto dos servidores públicos estaduais, além da discussão do Projeto de Lei 257/16, do Governo Federal que faz parte das medidas do ajuste fiscal.

O governador pediu um prazo até o início e junho para definir o percentual de reajuste dos servidores. Na avaliação da diretoria do Sinduece, o prazo requerido pelo governador tem ligação direta com a tramitação do Projeto de Lei 257/16 apresentado pela Presidência da República, em tramitação na Câmara Federal, que estabelece as bases legais para suspensão de concursos, não pagamento de progressões, promoções, gratificações, licença prêmio, licença sabática e quinquênios, além de estimular a demissão de servidores públicos

No dia 25 de abril, às 9 horas, deverá haver uma Assembleia Geral dos servidores, em frente o Palácio da Abolição. 

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247