Governo do Ceará lança edital para projeto de dessalinização

O Governador Camilo Santana lançou nesta segunda-feira (13), no auditório da Cagece, o edital para seleção de empresa ou grupo de empresas responsável pela elaboração de estudos e projetos de uma planta de dessalinização de água marinha para Região Metropolitana de Fortaleza

O Governador Camilo Santana lançou nesta segunda-feira (13), no auditório da Cagece, o edital para seleção de empresa ou grupo de empresas responsável pela elaboração de estudos e projetos de uma planta de dessalinização de água marinha para Região Metropolitana de Fortaleza
O Governador Camilo Santana lançou nesta segunda-feira (13), no auditório da Cagece, o edital para seleção de empresa ou grupo de empresas responsável pela elaboração de estudos e projetos de uma planta de dessalinização de água marinha para Região Metropolitana de Fortaleza (Foto: Fatima 247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 - O Governador Camilo Santana lançou nesta segunda-feira (13), no auditório da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), o edital para seleção de empresa ou grupo de empresas responsável pela elaboração de estudos e projetos de uma planta de dessalinização de água marinha para Região Metropolitana de Fortaleza.

As empresas interessadas devem apresentar propostas no prazo máximo de até 2 meses após a data da publicação do edital. A instituição selecionada terá 150 dias para desenvolver estudos de viabilidade, levantamentos, investigações e pareceres referentes à concepção, financiamento, implantação e operação da planta. No total, o trabalho envolve 15 estudos e projetos relacionados às áreas de engenharia, meio ambiente, operacão, financeira e jurídica.

O projeto de dessalinização tem como objetivo incrementar a oferta de água para Fortaleza e Região Metropolitana. O novo sistema vai gerar 1 m³ por segundo de água dessalinizada, que será injetada na rede de abastecimento da capital, aumentando a disponibilidade de água.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247