Governo federal envia força policial ao Ceará para conter onda de violência

O governo federal enviou ao Ceará na noite de domingo uma força-tarefa policial formada por homens da Polícia Federal e da Força Nacional de Segurança para dar apoio técnico às forças de segurança locais em ações de combate ao crime organizado; força-tarefa será comandada pelo almirante Alexandre Mota, secretário-adjunto da Secretaria Nacional de Segurança Pública, acrescentou o governo

Brasília - Força Nacional protege o prédio do Ministério do Planejamento após manifestantes contra Reforma da Previdência quebrarem duas vidraças no Ministério da Previdência Social (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Brasília - Força Nacional protege o prédio do Ministério do Planejamento após manifestantes contra Reforma da Previdência quebrarem duas vidraças no Ministério da Previdência Social (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) (Foto: Aquiles Lins)

(Reuters) - O governo federal enviou ao Ceará na noite de domingo uma força-tarefa policial formada por homens da Polícia Federal e da Força Nacional de Segurança para dar apoio técnico às forças de segurança locais em ações de combate ao crime organizado.

O presidente Michel Temer determinou o envio da força-tarefa de 36 homens em atendimento a pedido do governador do Estado, Camilo Santana, após uma onda de violência registrada no Ceará nos últimos dias, de acordo com nota no site do Palácio do Planalto.

A força-tarefa será comandada pelo almirante Alexandre Mota, secretário-adjunto da Secretaria Nacional de Segurança Pública, acrescentou o governo.

O envio do destacamento ao Ceará ocorreu um dia após Temer ter anunciado a criação do Ministério do Segurança Pública, e depois de uma intervenção federal na segurança do Estado do Rio de Janeiro anunciada na sexta-feira.

Nesta segunda, o presidente participará de reunião do Conselho da República e do Conselho de Defesa Nacional no Palácio do Planalto.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247