Greve: Wagner pede "bom senso" aos policiais

"Continuamos abertos ao diálogo, mas ficamos muito surpresos com a deflagração da greve, uma vez que o governo acatou os pontos solicitados pelas lideranças das associações da Polícia Militar na negociação anterior à Assembleia (Legislativa). Acreditamos no bom senso dos policiais, na esperança de uma solução mais breve possível", disse o governador da Bahia por meio de seu perfil no Twitter; Jaques Wagner já pediu intervenção das Forças Armadas e da Força Nacional de Segurança em todo o estado

Governador Jaques Wagner apresenta em Portugal oportunidades de investimento na Bahia.
Governador Jaques Wagner apresenta em Portugal oportunidades de investimento na Bahia. (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O governador Jaques Wagner (PT) usou seu perfil no Facebook para comentar sobre a greve da Polícia Militar deflagrada na noite desta terça-feira (15) e pediu "bom senso" aos líderes do movimento, que mais uma vez tem à frente o presidente da Aspra "Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia", Marco Prisco.

Ex-soldado da PM foi eleito vereador de Salvador pelo PSDB em 2012, pouco depois da greve que ele também liderou naquele ano.

"Continuamos abertos ao diálogo, mas ficamos muito surpresos com a deflagração da greve, uma vez que o governo acatou os pontos solicitados pelas lideranças das associações da Polícia Militar na negociação anterior à Assembleia (Legislativa). Acreditamos no bom senso dos policiais, na esperança de uma solução mais breve possível".

Wagner postou também foto com homens da Força Nacional de Segurança, que deve enviar topas a Salvador ainda nesta quarta-feira.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247