Henrique Fontana: “Precisamos de unidade para defender a democracia”

O dia 20/02 marcará a criação da Frente Ampla em Defesa da Democracia e da Soberania Nacional, unindo partidos de oposição ao governo Temer, candidatos à presidência desses partidos, movimentos sociais e personalidades; para o deputado federal Henrique Fontana (PT-RS), a formação desta frente é necessária para enfrentar o golpe e os retrocessos "conduzidos por este governo ilegítimo e pela elite brasileira, com a retirada de direitos e o ataque à democracia"

henrique fontana
henrique fontana (Foto: Charles Nisz)

Rio Grande do Sul 247 - O próximo dia 20 de fevereiro deverá marcar a criação da Frente Ampla em Defesa da Democracia e da Soberania Nacional.

O movimento vai reunir os partidos de oposição ao governo Temer - PT, PDT, PSB, PCdoB e PSOL -, os candidatos à presidência por estes partidos, democratas de outras legendas, governadores, movimentos sociais e personalidades.

Para o deputado federal Henrique Fontana, vice-líder da oposição, a iniciativa deve ser saudada pelos setores democráticos e progressistas da sociedade. "Precisamos de unidade para defender a democracia, a soberania e os direitos", afirmou.

Para Fontana, a formação desta unidade de esquerda é necessária para enfrentar a violência do golpe e a agenda de retrocessos "conduzida por este governo ilegítimo e pela elite brasileira, com a retirada de direitos e o ataque à democracia".
 
O parlamentar ressaltou, ainda, que essa unidade dos partidos políticos com outros setores progressistas será fundamental para enfrentar o período eleitoral em defesa de um Brasil democrático e soberano.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247