Homicídios em Goiás têm queda de 9,87% em dezembro

De 12 modalidades de crimes pesquisadas, nove regrediram no Estado, na comparação com igual período no ano passado, revela relatório de ocorrências reativas, divulgado pela Gerência do Observatório da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP); na capital, homicídios tiveram declínio de 28%; em Aparecida de Goiânia, recuo chega a 20%; “Além das ações policiais ostensivas contra a criminalidade estarem surtindo os efeitos esperados, temos a plena convicção de que os programas ‘SSP Com Você’ e ‘Pacto Social Goiás Pela Vida’ terão efeitos inestimáveis para que consigamos reduzir, num futuro próximo, a maioria dos crimes praticados em Goiás”, diz o vice-governador José Eliton

De 12 modalidades de crimes pesquisadas, nove regrediram no Estado, na comparação com igual período no ano passado, revela relatório de ocorrências reativas, divulgado pela Gerência do Observatório da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP); na capital, homicídios tiveram declínio de 28%; em Aparecida de Goiânia, recuo chega a 20%; “Além das ações policiais ostensivas contra a criminalidade estarem surtindo os efeitos esperados, temos a plena convicção de que os programas ‘SSP Com Você’ e ‘Pacto Social Goiás Pela Vida’ terão efeitos inestimáveis para que consigamos reduzir, num futuro próximo, a maioria dos crimes praticados em Goiás”, diz o vice-governador José Eliton
De 12 modalidades de crimes pesquisadas, nove regrediram no Estado, na comparação com igual período no ano passado, revela relatório de ocorrências reativas, divulgado pela Gerência do Observatório da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP); na capital, homicídios tiveram declínio de 28%; em Aparecida de Goiânia, recuo chega a 20%; “Além das ações policiais ostensivas contra a criminalidade estarem surtindo os efeitos esperados, temos a plena convicção de que os programas ‘SSP Com Você’ e ‘Pacto Social Goiás Pela Vida’ terão efeitos inestimáveis para que consigamos reduzir, num futuro próximo, a maioria dos crimes praticados em Goiás”, diz o vice-governador José Eliton (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - Homicídios cometidos em Goiás em dezembro apresentaram recuo de 9,87%, na comparação com o mesmo período de 2015. O dado consta no relatório de ocorrências reativas, divulgado nesta segunda-feira (02/01) pela Gerência do Observatório da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP). Das 12 modalidades de crimes pesquisadas, nove regrediram.

Além dos homicídios, houve recuo nas tentativas de homicídios (-43,1%), latrocínios (-25%), roubos a transeuntes (-15,8%), roubos de veículos (-33,2%), roubos em comércios (-26,5%), roubos em residência (-22,3%), furtos de veículos (-20,2%) e furtos em comércios (-7,5%). Apenas os crimes de estupros (7,5%), furto em residências (6,8%) e furto a transeunte (2,8%), apresentaram oscilação positiva. Os dados podem ser conferidos no link: http://www.ssp.go.gov.br/painelOcorrencias.html.

O vice-governador e titular da SSPAP, José Eliton, avalia que Goiás adotou durante o ano medidas efetivas para garantir a segurança da população. Entre outras, ele cita a valorização das forças policiais, os fortes investimentos em equipamentos e armamentos. Destaca conquistas no setor de inteligência e tecnologia, além dos esforços para aperfeiçoar a integração com os estados vizinhos.

“São decisões tomadas de forma sistêmica que buscam resultados concretos para a segurança pública”, afirma José Eliton. “Estamos conseguindo melhorar os índices mês a mês, sem deixar de lado o trabalho no longo prazo”, reitera.

Goiânia

Na capital, as estatísticas registraram números ainda mais expressivos em dezembro. Houve recuo em dez categorias criminais. Os homicídios caíram 28,85%, enquanto as tentativas de homicídios diminuíram 60%. Não houve latrocínio no mês passado na cidade.

No grupo dos roubos, houve retrocesso naqueles cometidos contra transeuntes (-25%), roubos de veículos (-46,2%), em comércios (-14,9%), e em residências (-16,1%). Na classe dos furtos, tiveram redução os de veículos (-27%), em comércios (-32,8%) e em residências (-6%). Apenas estupros e furtos a transeuntes evoluíram, respectivamente, em 28,5% e 6,75%.

Aparecida de Goiânia

No mês passado, os homicídios caíram 20% em Aparecida de Goiânia. Todas as categorias de roubos e furtos também cederam no município. Roubos a transeuntes (-13,3%), roubos de veículos (-15,6%), roubos em comércios (-37,8%), roubos em residências (-19%). Os furtos de veículos tiveram queda de 28,3%, e os furtos em comércios retrocederam 47%. Furtos em residências e furtos a transeuntes caíram 1,6% e 4,3%, respectivamente.

Por outro lado, os casos de estupros cresceram 100%, tentativas de homicídios 15,4%. Ocorreram dois casos de latrocínios no mês, contra apenas um registrado em dezembro de 2015.

Anápolis

As ações táticas e estratégicas por parte das forças policiais conseguiram baixar os índices em todas as modalidades de roubos ocorridos em Anápolis. Os roubos a transeuntes caíram 23,5%, ao passo que os roubos de veículos declinaram 21%; os roubos em comércios despencaram em 69,5% e os roubos em residências recuaram 17,2%.

Em dezembro, os furtos de veículos retraíram 51,7% e os furtos a transeuntes recuaram outros 48,1%. Os homicídios cresceram 80%. Os estupros aumentaram de um para dois casos. Foi registrado também um latrocínio na cidade. Furtos em comércios e em residências variaram positivamente em 13,7% e 17,1%, nessa ordem.

Entorno do DF

A maioria dos crimes considerados como de alta prioridade mostrou queda na região do Entorno do Distrito Federal. Não foi registrado nenhum latrocínio na área durante todo o mês de dezembro. Os estupros recuaram (-41,67%) e as tentativas de homicídios (-28,4%). Todas as classes de roubos apresentaram retração: a transeuntes (-11,9%), de veículos (-31,7%), em comércios (-32,58%), em residências (-32,56%).

Os furtos de veículos tiveram uma queda de 21,8% na região, enquanto os furtos em comércio caíram 27,61% e a transeuntes 8,5%. Apenas homicídios, 9%, e furtos em residências, 15,5%, mostraram aumento em relação ao ano anterior.

Durante 2016, recuo é de 9,14% no estado

De acordo com a Gerência do Observatório da SSPAP, de janeiro a dezembro do ano passado, Goiás conseguiu reduzir em 9,14% os índices de homicídios cometidos. Na capital, a queda foi de 22,2%. Em Aparecida de Goiânia e Região do Entorno de Brasília, os homicídios diminuíram 14,8% e 3,11%, respectivamente. Das regiões pesquisadas, a cidade de Anápolis foi a única a apresentar crescimento neste item. Em 2016, as tentativas de homicídios recuaram em 26%. Por sua vez os latrocínios aumentaram 17%.

“Além das ações policiais ostensivas contra a criminalidade estarem surtindo os efeitos esperados, temos a plena convicção de que os programas ‘SSP Com Você’ e ‘Pacto Social Goiás Pela Vida’ terão efeitos inestimáveis para que consigamos reduzir, num futuro próximo, a maioria dos crimes praticados em Goiás”, afirma o vice-governador.

José Eliton lembra que os bons números obtidos nas estatísticas do Observatório de Segurança Pública fizeram com que a meta defendida pelo programa Goiás Mais Competitivo, de redução nos homicídios em 7,8%, fosse plenamente cumprida. “Fechamos o ano de 2016 com redução de 9,14% em Goiás”. Em 2015, a taxa de homicídios por 100 mil habitantes era de 41,94. Goiás conseguiu fechar 2016 com taxa de 37,61, uma redução de 10,34.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247