Humberto denuncia tentativa de golpe ao Mercosul

Líder do Governo no Senado, o senador Humberto Costa (PT-PE) viajou a Montevidéu, no Uruguai, para denunciar no Parlamento do Mercosul (ParlaSul) o que chama de 'tentativa em curso no Brasil de derrubar Dilma Rousseff da Presidência da República'; "Abriremos um espaço de discussão nessa sessão plenária para colocar todo o continente a par da atual conjuntura brasileira. É preciso dar conhecimento ao mundo dessa tentativa torpe de golpe, que apequena a democracia brasileira e quer transformar nosso país numa república de bananas", disse o parlamentar

Líder do Governo no Senado, o senador Humberto Costa (PT-PE) viajou a Montevidéu, no Uruguai, para denunciar no Parlamento do Mercosul (ParlaSul) o que chama de 'tentativa em curso no Brasil de derrubar Dilma Rousseff da Presidência da República'; "Abriremos um espaço de discussão nessa sessão plenária para colocar todo o continente a par da atual conjuntura brasileira. É preciso dar conhecimento ao mundo dessa tentativa torpe de golpe, que apequena a democracia brasileira e quer transformar nosso país numa república de bananas", disse o parlamentar
Líder do Governo no Senado, o senador Humberto Costa (PT-PE) viajou a Montevidéu, no Uruguai, para denunciar no Parlamento do Mercosul (ParlaSul) o que chama de 'tentativa em curso no Brasil de derrubar Dilma Rousseff da Presidência da República'; "Abriremos um espaço de discussão nessa sessão plenária para colocar todo o continente a par da atual conjuntura brasileira. É preciso dar conhecimento ao mundo dessa tentativa torpe de golpe, que apequena a democracia brasileira e quer transformar nosso país numa república de bananas", disse o parlamentar (Foto: Paulo Emílio)

Pernambuco 247 - O líder do Governo no Senado, o senador Humberto Costa (PT-PE) viajou a Montevidéu, no Uruguai, para denunciar no Parlamento do Mercosul (ParlaSul) o que chama de 'tentativa em curso no Brasil de derrubar Dilma Rousseff da Presidência da República'. O senador encontrou-se reservadamente, na noite desse domingo (13), mesma data em que as manifestações contra o governo Dilma ganharam as ruas, com um grupo de parlamentares progressistas da América do Sul para relatar, em detalhes, a situação brasileira.

"Nós vimos o que aconteceu no Paraguai em 2012, quando o presidente Fernando Lugo foi destituído do cargo a que chegou legitimamente por um golpe dado pelo parlamento contra ele. Na época, nós consideramos isso uma ruptura da ordem democrática e o Paraguai foi suspenso do Mercosul. O Brasil não pode incorrer no mesmo erro", alertou Humberto Costa.

Nesta segunda-feira (14), o ParlaSul realiza a sua XXXVI Sessão Plenária em Montevidéu, com a presença de diversos congressistas do bloco. O foco principal do encontro será a Comissão de Desenvolvimento Regional Sustentável, Ordenamento Territorial, Saúde, Meio Ambiente e Turismo, que discutirá o avanço regional do Aedes aegypti.

"Mas abriremos um espaço de discussão nessa sessão plenária para colocar todo o continente a par da atual conjuntura brasileira. É preciso dar conhecimento ao mundo dessa tentativa torpe de golpe, que apequena a democracia brasileira e quer transformar nosso país numa república de bananas", avisou o líder do Governo.

*Com informações da Assessoria de Imprensa

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247