Iran: PMA manipula informação sobre obra da 13 de Julho

As obras do Calçadão da Praia Formosa, no bairro 13 de Julho, estão atrasadas e o cronograma para a sua entrega à população está longe do que foi previsto; a afirmação é do vereador Iran Barbosa; Iran, que tem acompanhado a evolução da obra, inclusive, visitando o local, lembrou que o prefeito João Alves Filho anunciou, com grande pompa, em julho do ano passado, o início das obras de urbanização do Calçadão para outubro de 2014, com previsão de conclusão entre janeiro e fevereiro de 2015, mas, desde então, já houve diversos atrasos, e agora se anuncia o término da intervenção para 2016

As obras do Calçadão da Praia Formosa, no bairro 13 de Julho, estão atrasadas e o cronograma para a sua entrega à população está longe do que foi previsto; a afirmação é do vereador Iran Barbosa; Iran, que tem acompanhado a evolução da obra, inclusive, visitando o local, lembrou que o prefeito João Alves Filho anunciou, com grande pompa, em julho do ano passado, o início das obras de urbanização do Calçadão para outubro de 2014, com previsão de conclusão entre janeiro e fevereiro de 2015, mas, desde então, já houve diversos atrasos, e agora se anuncia o término da intervenção para 2016
As obras do Calçadão da Praia Formosa, no bairro 13 de Julho, estão atrasadas e o cronograma para a sua entrega à população está longe do que foi previsto; a afirmação é do vereador Iran Barbosa; Iran, que tem acompanhado a evolução da obra, inclusive, visitando o local, lembrou que o prefeito João Alves Filho anunciou, com grande pompa, em julho do ano passado, o início das obras de urbanização do Calçadão para outubro de 2014, com previsão de conclusão entre janeiro e fevereiro de 2015, mas, desde então, já houve diversos atrasos, e agora se anuncia o término da intervenção para 2016 (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

George W. Silva - As obras do Calçadão da Praia Formosa, no bairro 13 de Julho, estão atrasadas e o cronograma para a sua entrega à população está longe do que foi previsto. A afirmação foi feita pelo vereador Iran Barbosa, nesta quarta-feira, 21/10, na tribuna da Câmara Municipal de Aracaju. Iran, que tem acompanhado a evolução da obra, inclusive, visitando o local, lembrou que o prefeito João Alves Filho anunciou, com grande pompa, em julho do ano passado, o início das obras de urbanização do Calçadão para outubro de 2014, com previsão de conclusão entre janeiro e fevereiro de 2015.

"Para além das questões ambientais envolvendo aquela obra, que tantos debates suscitou, tem uma outra questão que tem preocupado muito a população. Trata-se do prazo para sua conclusão. É uma obra que se arrasta por todo o período do atual governo. Primeiramente na efetivação do aterro e atualmente na urbanização do espaço", afirmou.

O parlamentar destacou matéria veiculada no dia de hoje, onde se anuncia que o Calçadão da Praia Formosa só será entregue em fevereiro de 2016. Na matéria jornalística, o assessor de comunicação da Emurb - Empresa Municipal de Obras e Urbanização - afirma que tudo está dentro do tempo previsto.

"Não é verdade. Não dá para desmentir a realidade. A obra teve muitos atrasos", corrigiu Iran, apontando várias matérias que coletou em meios de comunicação locais e que confirmam mudanças no cronograma daquela obra.

Iran Barbosa também criticou o fato de a placa afixada no local, dando publicidade à obra, anunciar o prazo de sua execução, mas nada constar sobre a data de seu início e seu fim. "Essa é uma grave omissão que, inclusive, já cobrei aqui. Pensei que fossem corrigir, mas, até hoje, não corrigiram".

Em outra matéria da imprensa local mostrada por Iran, a Prefeitura festeja o início das obras no dia 19 de janeiro deste ano, quando a previsão inicial era outubro de 2014.

"Se o prazo de conclusão era de 240 dias, portanto, oito meses, a obra, então, deveria estar sendo concluída em agosto deste ano. Ou seja, a população já deveria estar caminhando pelo Calçadão da Praia Formosa. E não está", lastimou.

Mais uma nova data

Em outra matéria, de 4 de abril de 2015, um engenheiro da Emurb afirma que o andamento dos trabalhos estava dentro do prazo previsto. "O prefeito, então, visita a obra e anuncia a sua conclusão para o final deste ano, alterando o que havia anunciado no lançamento do Edital da obra e o novo prazo anunciado no início de sua execução. É bom lembrar que, em meio a isso, as pessoas que passavam pelo local e os próprios moradores da 13 de Julho já contestavam esses prazos, inclusive nas redes sociais, porque não viam máquinas nem quantidade suficiente de trabalhadores no local", relatou.

O vereador resgatou que, em julho deste ano, visitou a obra e, dialogando com técnicos no local, um dos responsáveis confirmou que tiveram algumas dificuldades por causa do período das chuvas, mas que a entrega seria, sim, no final deste ano.

"E qual não é a minha surpresa quando vejo, hoje, na imprensa, o anúncio de que o Calçadão só será entregue em fevereiro de 2016, um ano depois do que foi, lá atrás, festivamente anunciado", completou.

Para Iran Barbosa, obras podem até sofrer imprevistos e atrasarem, mas o que o parlamentar não acha tolerável são as tentativas de manipular as informações para passar para a população que tudo está correndo conforme o previsto.

"Quando um assessor da Emurb diz na imprensa, e aqui uso as palavras exatas dele, que 'tudo segue normalmente, que tudo está dentro do prazo previsto e até fevereiro (a obra) será entregue no tempo correto, que a entrega já está no cronograma da Prefeitura e achamos que não vai atrasar', como cidadão aracajuano, sinto-me agredido com essas informações", lamentou o vereador.

Para Iran, a Administração Municipal precisa assumir que nenhum dos prazos para entrega do Calçadão da Praia Formosa foi cumprido e explicar os porquês dos sucessivos descumprimentos, e não tentar distorcer o histórico de atrasos da obra.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247