João da Costa: Carta fora do baralho da sucessão?

Prefeito do Recife afirmou em entrevista que se manterá fora da disputa à Prefeitura do Recife, já que foi “tirado dela”; no entanto, gestor garantiu que deixará o Executivo com R$ 3 bilhões já garantidos, facilitando a gestão de seu sucessor

João da Costa: Carta fora do baralho da sucessão?
João da Costa: Carta fora do baralho da sucessão? (Foto: Montagem PE247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Raphael Coutinho _PE247

– Oficialmente, o período de campanha para as eleições municipais deste ano começou, mas o prefeito do Recife, João da Costa (PT), segue, até o momento, alheio à disputa. Enquanto seu próprio partido ainda espera por um gesto de aproximação para reforçar o embate, o PSB também tenta atrair o gestor para o seu palanque. Por enquanto, garante Costa, vai ficar focado em cuidar da cidade. “Não vou me meter numa disputa que me tiraram dela”, disparou, em recente entrevista à Rádio Jornal. Além disso, o petista garantiu que deixará uma boa herança ao sucessor: R$ 3 bilhões em caixa.

“Toda esta briga, toda esta disputa de poder atrapalhou o meu governo. Ela só foi revelada agora para a população, mas desde o início do meu governo que essa questão existe. Tentei estender a mão (ao deputado federal João Paulo), por ser o melhor para a cidade e nada. Portanto, isto já existia dentro do governo e eu espero que não aconteça daqui para a frente”, espera João da Costa.

Durante a entrevista, o prefeito também demonstrou mágoa com a falta de empenho dos correligionários para bancar a sua indicação para a reeleição. “Se eu não pudesse ser bem avaliado, se a gestão não desse certo, essa era a justificativa para poder me tirar. Foi assim que foi sendo criada essa rejeição”, lembrou.

Além disso, João da Costa garantiu que o seu sucessor receberá a prefeitura com um saldo positivo de R$ 3 bilhões, já contratados, referentes a programas viários, habitacionais, sociais, como a despoluição prevista no Capibaribe Melhor. “É o legado que eu vou deixar para o Recife. Estou deixando tudo prontinho para o próximo prefeito. O dinheiro já está na Caixa Econômica Federal. Só não fico contente porque eu queria estar fazendo isto”, afirmou.

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247