João Doria Jr. omite imóvel de US$ 11 milhões

Embora tenha declarado um patrimônio de R$ 179 milhões, o candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, João Doria Júnior, omitiu a propriedade de um apartamento de US$ 11 milhões em Miami; sua casa, em São Paulo, também foi declarada por um quarto do valor real, que é de R$ 45,9 milhões; escolhido por Geraldo Alckmin numa guerra interna do PSDB, que acabou empurrando o vereador Andrea Matarazzo para o PSD, Doria também foi citado no escândalo dos "Panamá Papers", como dono de uma empresa offshore naquele País; para os advogados de Doria, a declaração de bens à Justiça Eleitoral foi feita de acordo com a lei

www.brasil247.com - Embora tenha declarado um patrimônio de R$ 179 milhões, o candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, João Doria Júnior, omitiu a propriedade de um apartamento de US$ 11 milhões em Miami; sua casa, em São Paulo, também foi declarada por um quarto do valor real, que é de R$ 45,9 milhões; escolhido por Geraldo Alckmin numa guerra interna do PSDB, que acabou empurrando o vereador Andrea Matarazzo para o PSD, Doria também foi citado no escândalo dos "Panamá Papers", como dono de uma empresa offshore naquele País; para os advogados de Doria, a declaração de bens à Justiça Eleitoral foi feita de acordo com a lei
Embora tenha declarado um patrimônio de R$ 179 milhões, o candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, João Doria Júnior, omitiu a propriedade de um apartamento de US$ 11 milhões em Miami; sua casa, em São Paulo, também foi declarada por um quarto do valor real, que é de R$ 45,9 milhões; escolhido por Geraldo Alckmin numa guerra interna do PSDB, que acabou empurrando o vereador Andrea Matarazzo para o PSD, Doria também foi citado no escândalo dos "Panamá Papers", como dono de uma empresa offshore naquele País; para os advogados de Doria, a declaração de bens à Justiça Eleitoral foi feita de acordo com a lei (Foto: Leonardo Attuch)


SP 247 – Imposto ao PSDB pelo governador Geraldo Alckmin como candidato à prefeitura de São Paulo, o empresário João Doria Júnior tem potencial para causar danos à imagem "moralista" do PSDB.

Embora tenha declarado um patrimônio de R$ 179 milhões, o candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, João Doria Júnior, omitiu a propriedade de um apartamento de US$ 11 milhões em Miami, segundo reportagem de Rodrigo Burgarelli, Daniel Bramatti e Pedro Venceslau. Sua casa, em São Paulo, também foi declarada por um quarto do valor real, que é de R$ 45,9 milhões.

Doria também foi citado no escândalo dos "Panamá Papers", como dono de uma empresa offshore naquele País e é cliente do escritório Mossack Fernandes.

Para os advogados de Doria, a declaração de bens à Justiça Eleitoral foi feita de acordo com a lei. Nas pesquisas eleitorais, ele aparece atrás de Celso Russomano, Marta Suplicy (que tem o apoio de José Serra, inimigo de Alckmin), Fernando Haddad e Luiza Erundina.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email