Jornal lança Renata Campos à Câmara Federal

Apesar de o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), ainda não ter confirmado a sua candidatura à Presidência e os palanques estaduais ainda estarem em discussão, a Folha de S. Paulo já lançou o nome da primeira-dama do Estado, Renata Campos, como candidata a uma vaga na Câmara Federal; esta seria a opção do líder pessebista para dar continuidade à tradição da família em ter um representante no Congresso há quase 30 anos

Jornal lança Renata Campos à Câmara Federal
Jornal lança Renata Campos à Câmara Federal

PE247 - Apesar do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, ainda não ter confirmado a sua candidatura à Presidência da República pelo PSB em 2014 e os palanques estaduais ainda estarem em discussão, o jornal Folha de São Paulo já lançou o nome da primeira-dama do Estado, Renata Campos, como candidata à uma vaga na Câmara Federal. De acordo com o jornal, alçar Renata Campos ao cargo de deputada federal seria a opção do líder pessebista para dar continuidade à tradição da família de ter representante no Congresso há quase 30 anos.

Como exemplos desta tradição, a matéria publicada neste domingo (5) cita que o avô de Eduardo, o ex-governador Miguel Arraes ocupou uma vaga na Câmara Federal por três mandatos. Ana Arraes, mãe de Eduardo, foi eleita duas vezes para a Casa Legislativa e em uma delas, em 2010, obteve 387.581 votos e tornou-se a deputada federal mais bem votada no Estado.  

Mas desde 2011,quando Ana Arraes foi erguida à condição de ministra do Tribunal de Contas da União (TCU) existe uma lacuna em aberto na tradição familiar em ter pelo menos um deputado federal. Sendo assim, a candidatura de Renata serviria para preservar o espólio eleitoral de Ana Arraes, além de “garantir o espaço político do marido, caso ele perca uma provável disputa pela Presidência da República”, observa a matéria.

O cientista político da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), Túlio Velho Barreto, contudo, ressalta que caso esta opção se concretize, Eduardo teria que avaliar o impacto que as acusações de nepotismo e coronelismo teriam sobre o seu projeto nacional.

A matéria cita que a primeira-dama é reservada quanto ao seu convívio familiar e, também, não gosta de expor os três filhos ao assédio da imprensa. Campos e Renata conheceram-se ainda crianças e estão casados há 32 anos.

Assim como o marido, Renata é formada em economia e é funcionária de carreira do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Com a eleição de Campos ao Palácio do Campos das Princesas ela foi cedida ao Governo do Estado. Na administração estadual ela é responsável pelo programa Mãe Coruja, que garante assistência a mulheres grávidas e de baixa renda. Apesar da discrição, ela é citada na matéria como uma pessoa detalhista e exigente, além de ter as suas opiniões levadas em consideração pelo secretariado estadual.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247