Juiz proíbe propaganda eleitoral de Eunício com Lula, Camilo e Cid Gomes

A decisão pela proibição é do juiz eleitoral José Vidal Silva Neto, que definiu que o candidato à reeleição, senador Eunício Oliveira (MDB-CE), não poderá usar imagens, vozes ou os nomes do governador Camilo Santana (PT), do candidato a senador, Cid Gomes (PDT), e do ex-presidente Lula no horário eleitoral gratuito; o juiz afirmou que um candidato não pode “trair” os partidos e coligações que participa para apoiar outros 

Juiz proíbe propaganda eleitoral de Eunício com Lula, Camilo e Cid Gomes
Juiz proíbe propaganda eleitoral de Eunício com Lula, Camilo e Cid Gomes (Foto: Agência Senado | Jornalistas Livres )

Ceará 247 - A decisão pela proibição partiu do juiz eleitoral José Vidal Silva Neto, que definiu que o candidato á reeleição, senador Eunício Oliveira (MDB-CE), não poderá usar imagens, vozes ou os nomes do governador Camilo Santana (PT), do candidato a senador, Cid Gomes (PDT), e do ex-presidente Lula no horário eleitoral gratuito de rádio e televisão.

Na decisão, o juiz José Vidal Silva Neto considerou a prática como uma “subversão total dos valores mais elevados tutelados pelo direito eleitoral”. O magistrado afirmou que um candidato não pode “trair” os partidos e coligações que participa para apoiar outros com quem deveria competir com base na popularidade. Ele disse que isso fere os princípios de um processo eleitoral “saudável”.

Como até a noite deste domingo (2) o senador não havia sido notificado, segundo reportagem do O Povo e do Diário do Nordeste,  no programa veiculado nesta segunda-feira (3) durante o horário eleitoral gratuito no rádio, Eunício mencionou o nome de Cid Gomes (PDT) e Camilo Santana (PT).

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247