Juíza é suspensa após aparecer seminua para audiência

Em sua defesa, Vivian Polania diz que não estava seminua e que apenas estava deitada pois sofria com um ataque de ansiedade e pressão baixa naquele momento

www.brasil247.com - A juíza colombiana Vivian Polania
A juíza colombiana Vivian Polania (Foto: Reprodução)


247 - A juíza colombiana Vivian Polania foi suspensa por três meses, sem remuneração, após aparecer seminua em frente à câmera durante uma audiência virtual realizada pelo aplicativo Zoom, informa o portal Yahoo. 

Uma gravação da audiência em questão repercutiu nas redes sociais e chegou à Comissão Judicial Disciplinar do Norte de Santander, que abriu investigação sobre o caso e determinou a punição da juíza.

Na gravação, Vivian estava deitada na cama vestindo apenas uma blusa, uma camisa e uma calcinha, enquanto fumava. Ela havia ficado com a câmera desligada por cerca de uma hora, mas, em determinado momento, ligou o dispositivo para se pronunciar, expondo a vestimenta incomum para a ocasião. Um dos advogados presentes, aparentemente constrangido, pediu para que ela desligasse a câmera poucos segundos depois.

"Tal situação não condiz com o cuidado, respeito e circunspecção com que um juiz da república deve administrar a justiça, denotando uma clara falta de respeito por parte do servidor", afirma o processo disciplinar da Comissão Judicial. 

Em sua defesa, Vivian diz que não estava seminua e que apenas estava deitada pois sofria com um ataque de ansiedade e pressão baixa naquele momento. Em um dos momentos da gravação que viralizou na web, a juíza aparece por alguns segundos deitada virada para cima, com ambos os olhos quase totalmente fechados e a boca aberta.

Ainda de acordo com o Yahoo, ela também relatou ser perseguida por colegas 'por causa de seu estilo' e por utilizar roupas curtas, além do fato de compartilhar fotos sensuais na internet.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247