Justiça determina afastamento da secretária de Saúde de Quixadá

As denúncias de grandes quantidades de medicamentos vencidos da Prefeitura de Quixadá em dois depósitos localizados naquele município, levaram o Ministério Público do Ceará a pedir o afastamento da secretária de Saúde. A justiça acatou o pedido e determinou o afastamento imediato

As denúncias de grandes quantidades de medicamentos vencidos da Prefeitura de Quixadá em dois depósitos localizados naquele município, levaram o Ministério Público do Ceará a pedir o afastamento da secretária de Saúde. A justiça acatou o pedido e determinou o afastamento imediato
As denúncias de grandes quantidades de medicamentos vencidos da Prefeitura de Quixadá em dois depósitos localizados naquele município, levaram o Ministério Público do Ceará a pedir o afastamento da secretária de Saúde. A justiça acatou o pedido e determinou o afastamento imediato (Foto: Fatima 247)

Após denúncias de irregularidades no estoque de medicamentos da Prefeitura Municipal de Quixadá, o Ministério Público do Ceará pediu o afastamento da secretaria de Saúde do Município, Selene de Melo Bandeira, que foi acatado pelo juizado da comarca.

No dia 23 de março, vereadores de Quixadá fizeram a primeira denúncia de um depósito lotado de medicamentos vencidos. A segunda denúncia foi feita no dia 27, dando conta da localização de um outro depósito.

No dia 31, os vereadores Higo Carlos, Kelton Dantas, Erení Lima (Capitão), Audênio Moraes e Kleber Júnior apresentaram ao MP os documentos que comprovavam as denúncias.

A secretaria de Saúde, em nota oficial, no dia 30/03, negou que houvesse medicamentos vencidos no Posto de atendimento do Carrascal II, mas reconheceu que transferiu para o local grande quantidade de medicamentos. Segundo a nota, o posto estava desativado e com condições de albergar os medicamentos para reposição na CAF, conforme a demanda.

Com relação às novas denúncias apresentadas no início desta semana, a secretaria disse que o imóvel onde foram localizados mais medicamentos vencidos  foi utilizado por gestões anteriores  para o funcionamento da Central de Marcação de Consultas e Central de Abastecimento Farmacêutico do Município, mas que desde dezembro de 2013 não tem nenhum tipo de contrato com a Prefeitura.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247