Kátia revela a Dilma que quer disputar governo, diz jornalista

Em reunião no Palácio da Alvorada, em Brasília, a senadora Kátia Abreu (PMDB) teria dito à presidente Dilma Rousseff que dificilmente sairá à reeleição; a informação foi divulgada pelo jornalista Cláudio Humberto; segundo Cláudio Humberto, o motivo explicado por Kátia a Dilma para sua desistência do Senado seria a eventual entrada do ex-governador Siqueira Campos (PSDB) no cenário; Siqueira recebeu recentemente a manifestação pela sua candidatura ao Senador de 25 prefeitos dos municípios que compõem o Bico do Papagaio, região do extremo norte do Tocantins que concentra mais de 150 mil eleitores

Em reunião no Palácio da Alvorada, em Brasília, a senadora Kátia Abreu (PMDB) teria dito à presidente Dilma Rousseff que dificilmente sairá à reeleição; a informação foi divulgada pelo jornalista Cláudio Humberto; segundo Cláudio Humberto, o motivo explicado por Kátia a Dilma para sua desistência do Senado seria a eventual entrada do ex-governador Siqueira Campos (PSDB) no cenário; Siqueira recebeu recentemente a manifestação pela sua candidatura ao Senador de 25 prefeitos dos municípios que compõem o Bico do Papagaio, região do extremo norte do Tocantins que concentra mais de 150 mil eleitores
Em reunião no Palácio da Alvorada, em Brasília, a senadora Kátia Abreu (PMDB) teria dito à presidente Dilma Rousseff que dificilmente sairá à reeleição; a informação foi divulgada pelo jornalista Cláudio Humberto; segundo Cláudio Humberto, o motivo explicado por Kátia a Dilma para sua desistência do Senado seria a eventual entrada do ex-governador Siqueira Campos (PSDB) no cenário; Siqueira recebeu recentemente a manifestação pela sua candidatura ao Senador de 25 prefeitos dos municípios que compõem o Bico do Papagaio, região do extremo norte do Tocantins que concentra mais de 150 mil eleitores (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 – A senadora Kátia Abreu segue a todo vapor nas articulações de preparo do terreno para uma candidatura a governadora pelo PMDB. Desta vez, a congressista discutiu o assunto com a presidente Dilma Rousseff. Em reunião no Palácio da Alvorada, em Brasília, Kátia teria dito a Dilma que dificilmente sairá à reeleição. A informação foi divulgada pelo jornalista Cláudio Humberto (leia aqui).

Segundo Cláudio Humberto, o motivo explicado por Kátia a Dilma para sua desistência do Senado seria a eventual entrada do ex-governador Siqueira Campos (PSDB) no cenário. Siqueira recebeu recentemente a manifestação pela sua candidatura a senador de 25 prefeitos dos municípios que compõem o Bico do Papagaio, região do extremo norte do Tocantins que concentra mais de 150 mil eleitores.

Kátia vem conversando com companheiros de oposição de outros partidos sobre uma disputa ao Palácio Araguaia. Ela chegou a encontrar-se com o pré-candidato a governador do PV, deputado Marcelo Lélis (PV), e pedir o apoio dele ao seu projeto.

Dentro do PMDB também já se sabe das movimentações da senadora. O próprio pré-candidato a governador do partido Júnior Coimbra já disse à imprensa que foi procurado pela senadora para ser informado de que ela iria concorrer ao Palácio Aragauaia.

O pré-candidato peemedebista oficialmente defendido por Kátia Abreu é o ex-governador Marcelo Miranda, que não se manifestou publicamente sobre a movimentação de Kátia. Entretanto, Marcelo acompanha de perto o cenário.

À imprensa, as declarações de Kátia Abreu são para uma candidatura à reeleição no Senado. É aguardar a convenção do PMDB, que pode revelar surpresas na corrida eleitoral.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247