Laurez, Dimas e Avelino definem mais 15 líderes para discussão sobre o TO

 Os prefeitos das principais cidades do interior — Ronaldo Dimas(PR), de Araguaína; Laurez Moreira (PSDB), de Gurupi;  e Moisés Avelino (PMDB), de Paraíso — voltaram a se reunir, em Palmas, para discutir sobre o desenvolvimento do estado. Os três decidiram que a próxima reunião será no dia 25 e ampliada; devem ser convidados mais 15 líderes, entre eles os deputados estaduais Paulo Mourão (PT) e Osires Damaso (PSC); Dimas esteve na AL-TO para acompanhar sessão sobre empréstimos que somam R$ 573 milhões e acusou a casa de fazer "manobras" e aplicar "golpe" para prejudicar a duplicação da TO-222

 Os prefeitos das principais cidades do interior — Ronaldo Dimas(PR), de Araguaína; Laurez Moreira (PSDB), de Gurupi;  e Moisés Avelino (PMDB), de Paraíso — voltaram a se reunir, em Palmas, para discutir sobre o desenvolvimento do estado. Os três decidiram que a próxima reunião será no dia 25 e ampliada; devem ser convidados mais 15 líderes, entre eles os deputados estaduais Paulo Mourão (PT) e Osires Damaso (PSC); Dimas esteve na AL-TO para acompanhar sessão sobre empréstimos que somam R$ 573 milhões e acusou a casa de fazer "manobras" e aplicar "golpe" para prejudicar a duplicação da TO-222
 Os prefeitos das principais cidades do interior — Ronaldo Dimas(PR), de Araguaína; Laurez Moreira (PSDB), de Gurupi;  e Moisés Avelino (PMDB), de Paraíso — voltaram a se reunir, em Palmas, para discutir sobre o desenvolvimento do estado. Os três decidiram que a próxima reunião será no dia 25 e ampliada; devem ser convidados mais 15 líderes, entre eles os deputados estaduais Paulo Mourão (PT) e Osires Damaso (PSC); Dimas esteve na AL-TO para acompanhar sessão sobre empréstimos que somam R$ 573 milhões e acusou a casa de fazer "manobras" e aplicar "golpe" para prejudicar a duplicação da TO-222 (Foto: Leonardo Lucena)

Tocantins 247 - Os prefeitos das principais cidades do interior — Ronaldo Dimas(PR), de Araguaína; Laurez Moreira (PSDB), de Gurupi;  e Moisés Avelino (PMDB), de Paraíso — voltaram a se reunir, na manhã desta quarta-feira (13), em Palmas, para discutir sobre o desenvolvimento do estado. Os três decidiram que a próxima reunião será no dia 25 e ampliada.

De acordo com apuração do blog do Cleber Toledo, devem ser convidados mais 15 líderes, entre eles os deputados estaduais Paulo Mourão (PT), Elenil da Penha (PMDB), Nilton Franco (PMDB) e Osires Damaso (PSC); o prefeito de Colinas, Adriano Rabelo (PRB), e o ex-vice-governador Paulo Sidnei (PPS), entre outros. Para os três prefeitos, esses líderes de diversos partidos podem contribuir para um projeto de estado.

Nesta terça-feira (12), Ronaldo Dimas esteve na Assembleia Legislativa e condenou o que chamou de “manobra” e “golpe” dos deputados para prejudicar a duplicação da TO-222. Um dos pedidos de empréstimo prevê R$ 120 milhões apenas para a construção da ponte de Porto Nacional e o outro, de R$ 453 milhões, será aplicado em outras obras. O segundo financiamento gerou polêmica por causa da emenda modificativa das comissões que tirou R$ 45 milhões dos R$ 86,5 milhões previstos para duplicação de trecho da TO-222, que liga Araguaína ao setor Novo Horizonte. 

“Não sabem nem o que está votando. Diria que é um dia muito triste, ver uma Assembleia que não tem uma pauta clara, não tem a publicação da ata da comissão e vem para um sessão, onde, cheio de manobras, querem não votar o que está em discussão efetivamente. Parece-me que é um golpe contra a cidade e a região toda que, economicamente, é muito importante para o Estado”, disse.

O presidente da AL-TO, Mauro Carlesse, disse não ter adiado a votação e afirmou que “todos estavam de acordo” em deixar a votação para quarta-feira (13). “Na verdade está tendo uma discussão. A gente tem que fazer o que é melhor para todos internamente: governo, Araguaína e todo o Estado. Houve uma mudança para que essa discussão não prolongue, senão ia ficar muito tarde. Com mais tempo a gente consegue até definir uma situação melhor e de forma mais prática”, afirmou, ignorando que a reunião conjunta das comissões que tirou R$ 45 milhões da duplicação da TO-222 seguiu até duas horas da madrugada de uma quinta-feira. “A obra está garantida. E nós temos compromisso com os 139 municípios, independente de tamanho”.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247