Leap Motion levanta US$ 50 milhões para desenvolver realidade virtual

A Leap Motion acaba de levantar US$ 50 milhões, liderados pelo J.P Morgan Asset Management. A startup quer dar o próximo passo no desenvolvimento de realidade virtual, com sensores capazes de detectar o movimento de suas mãos; é esperado que esse mercado valha US$ 21 bilhões até 2021, de acordo com o Digi-Capital; a quantia vai acelerar a expansão global da companhia de São Francisco e permitirá melhor desenvolvimento do rastreamento de movimentos, tanto em realidade virtual, quanto em realidade aumentada

A Leap Motion acaba de levantar US$ 50 milhões, liderados pelo J.P Morgan Asset Management. A startup quer dar o próximo passo no desenvolvimento de realidade virtual, com sensores capazes de detectar o movimento de suas mãos; é esperado que esse mercado valha US$ 21 bilhões até 2021, de acordo com o Digi-Capital; a quantia vai acelerar a expansão global da companhia de São Francisco e permitirá melhor desenvolvimento do rastreamento de movimentos, tanto em realidade virtual, quanto em realidade aumentada
A Leap Motion acaba de levantar US$ 50 milhões, liderados pelo J.P Morgan Asset Management. A startup quer dar o próximo passo no desenvolvimento de realidade virtual, com sensores capazes de detectar o movimento de suas mãos; é esperado que esse mercado valha US$ 21 bilhões até 2021, de acordo com o Digi-Capital; a quantia vai acelerar a expansão global da companhia de São Francisco e permitirá melhor desenvolvimento do rastreamento de movimentos, tanto em realidade virtual, quanto em realidade aumentada (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

No StartSe via Venture Beat - A Leap Motion acaba de levantar US$ 50 milhões, liderados pelo J.P Morgan Asset Management. A startup quer dar o próximo passo no desenvolvimento de realidade virtual, com sensores capazes de detectar o movimento de suas mãos. É esperado que esse mercado valha US$ 21 bilhões até 2021, de acordo com o Digi-Capital.

A quantia irá acelerar a expansão global da companhia de São Francisco e permitirá melhor desenvolvimento do rastreamento de movimentos, tanto em realidade virtual, quanto em realidade aumentada.

“Rastrear movimentos da mão é o próximo passo fundamental para o futuro de VR/AR. A Leap Motion é o principal motor de sua adoção”, disse co-fundador e CEO Michael Buckwald. “Da mesma forma que a tela sensível ao toque provocou a revolução dos aparelhos móveis, a Leap Motion está desempenhando um papel transformador no desenvolvimento da tecnologia de interface humana para essas tecnologias. Como resultado, a indústria como um todo está à beira de um momento similar de crescimento exponencial”.

A missão da Leap Motion é remover as barreiras entre as pessoas e a tecnologia. Para desenvolver o rastreamento de movimentos, a startup combina software e hardware.

“As tecnologias de realidade virtual e aumentada estão evoluindo a um ritmo acelerado, atraindo atenção dos investidores”, disse Lawrence Unrein, head global do J.P. Morgan Asset. “O conjunto de hardware e software da Leap Motion cai diretamente nesta categoria, oferecendo entrada natural através do controle das mãos e dedos em quaisquer headsets”.

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247