Levir Culpi não quer Atlético/MG pensando em "Cruzeiro campeão"

"É uma pergunta difícil que eu não sei responder. Mas é olhar para a nossa casa, para o nosso jardim. Não olhar para o jardim do vizinho. Vão chegar provavelmente como campeões e vamos ver como eles vão chegar para a partida", disse o técnico do galo

"É uma pergunta difícil que eu não sei responder. Mas é olhar para a nossa casa, para o nosso jardim. Não olhar para o jardim do vizinho. Vão chegar provavelmente como campeões e vamos ver como eles vão chegar para a partida", disse o técnico do galo
"É uma pergunta difícil que eu não sei responder. Mas é olhar para a nossa casa, para o nosso jardim. Não olhar para o jardim do vizinho. Vão chegar provavelmente como campeões e vamos ver como eles vão chegar para a partida", disse o técnico do galo (Foto: Luis Mauro Queiroz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Marco Gaiotto, do  Futnet

No próximo domingo, caso o Cruzeiro vença o Goiás, o título do Campeonato Brasileiro mais uma vez ficará com a Raposa. Questionado sobre a possibilidade do título, e logo, a decisão da Copa do Brasil no próximo dia 26, o técnico do Atlético/MG, Levir Culpi, cobra foco entre os seus jogadores.

"É uma pergunta difícil que eu não sei responder. Mas é olhar para a nossa casa, para o nosso jardim. Não olhar para o jardim do vizinho. Vão chegar provavelmente como campeões e vamos ver como eles vão chegar para a partida", disse.

O técnico ainda se mostrou ciente da pressão que espera os atleticanos no Mineirão, o qual terá 90% de torcedores celestes. "O certo é que vamos tomar uma pressão. Mas eles vão jogar contra o Atlético-MG. E isso faz com que tudo pode acontecer", comentou, ainda reforçando a sua confiança no título, lembrando as dificuldades que o Galo passou.

"O caminho foi duro, com Palmeiras, Corinthians e Flamengo. O caminho foi muito difícil. Agora será a partida mais difícil. Mas estamos bem confiantes pelo caminho que traçamos para chegar à final", finalizou Levir Culpi.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247