Lucas Vergílio é defensor dos animais, diz deputado referência no assunto

O deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP), referência por sua atuação no Congresso em defesa da vida animal, declarou, em vídeo divulgado essa semana, que o deputado federal Lucas Vergílio é o único parlamentar da bancada goiana que se dedica à causa; “O trabalho que eu faço em São Paulo, o Lucas faz em Goiás”, afirmou. Tripoli é autor das principais leis de defesa dos animais na cidade de São Paulo; em 2015, Lucas Vergílio foi relator do PL 2833/2011, que cria determina penas à crimes cometidos contra cães e gatos e das práticas que atentam contra a vida, a saúde ou a sua integridade física

Lucas Vergílio é defensor dos animais, diz deputado referência no assunto
Lucas Vergílio é defensor dos animais, diz deputado referência no assunto

Goiás 247 - O deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP), referência por sua atuação no Congresso em defesa da vida animal, declarou, em vídeo divulgado essa semana, que o deputado federal Lucas Vergílio é o único parlamentar da bancada goiana que se dedica à causa. “O trabalho que eu faço em São Paulo, o Lucas faz em Goiás”, afirmou. Tripoli trava uma luta de décadas a favor da proteção animal. O deputado é autor das principais leis de defesa dos animais na cidade de São Paulo.

Em 2015, Lucas Vergílio foi relator do PL 2833/2011, que cria determina penas à crimes cometidos contra cães e gatos e das práticas que atentam contra a vida, a saúde ou a sua integridade física. Na decisão, o deputado federal goiano emitiu parecer favorável ao projeto projeto, e foi acompanhado pelos demais parlamentares.

Em 2017, Lucas apresentou parecer favorável a projeto PLP 313/2016, que altera a Lei da PEC das Domésticas, e prevê demissão por justa causa de trabalhador doméstico que praticar maus-tratos a animais da residência em que presta serviço. Em sua justificativa, o parlamentar mencionou a relação estabelecida em inúmeras residências com estes animais, que são tratados como integrantes da família, recebendo tanto afeto quanto um ser humano. Para ele, “quando um trabalhador doméstico maltrata um animal de estimação da família que o emprega, ele está quebrando a relação de confiança entre as partes, o que justifica uma despedida por justa causa”.

No mesmo ano, Lucas, que é presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara, votou a favor da aprovação do PL 3.855/2015, com substitutivo, que dispõe sobre as exigências sanitárias e de bem-estar animal de estabelecimentos que comercializem, exponham ou promovam a doação de animais domésticos.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247