Luis Fernando Faria é mais um nome mineiro na Lava Jato

Segundo o doleiro Alberto Yousseff, Luiz Fernando recebia quantias mensais provenientes dos desvios na estatal; os montantes eram de R$30 mil a R$150 mil, que eram cota do partido do parlamentar; ele teria ajudado a Yousseff vencer uma licitação, onde teriam pago ao mesmo algo próximo a R$200 mil reais

Segundo o doleiro Alberto Yousseff, Luiz Fernando recebia quantias mensais provenientes dos desvios na estatal; os montantes eram de R$30 mil a R$150 mil, que eram cota do partido do parlamentar; ele teria ajudado a Yousseff vencer uma licitação, onde teriam pago ao mesmo algo próximo a R$200 mil reais
Segundo o doleiro Alberto Yousseff, Luiz Fernando recebia quantias mensais provenientes dos desvios na estatal; os montantes eram de R$30 mil a R$150 mil, que eram cota do partido do parlamentar; ele teria ajudado a Yousseff vencer uma licitação, onde teriam pago ao mesmo algo próximo a R$200 mil reais (Foto: Luis Mauro Queiroz)

Pautando Minas - Além do ex-governador Antônio Anastasia, o deputado federal Luis Fernando Faria (PP-MG), é também outro nome de Minas Gerais que será investigado por ligação na corrupção da Petrobras.

Segundo o doleiro Alberto Yousseff, Luiz Fernando recebia quantias mensais provenientes dos desvios na estatal. Os montantes eram de R$30 mil a R$150 mil, que eram cota do partido do parlamentar. Inclusive, ele teria ajudado a Yousseff vencer uma licitação, onde teriam pago ao mesmo algo próximo a R$200 mil reais.

Em nota, o deputado Luiz Fernando Faria (PP-MG) disse contestar "veementemente" as "insinuações" de que ele teria participa do esquema investigado na Lava Jato.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247