Lula reage: MP-SP faz acusações levianas

Ex-presidente se defende em nota divulgada pelo Instituto Lula após ser intimado a depor como investigado no caso de um apartamento no Guarujá, do qual já teve uma cota, devolvida à empreiteira OAS; "São infundadas as suspeitas do Ministério Público de São Paulo e são levianas as acusações de suposta ocultação de patrimônio por parte do ex-presidente Lula ou seus familiares", esclarece; o texto ressalta que Lula e sua esposa, Marisa Letícia, "nunca foram proprietários de apartamento em qualquer condomínio da Bancoop ou de suas sucessoras"; "A verdade ficará clara no correr das investigações", conclui

Ex-presidente se defende em nota divulgada pelo Instituto Lula após ser intimado a depor como investigado no caso de um apartamento no Guarujá, do qual já teve uma cota, devolvida à empreiteira OAS; "São infundadas as suspeitas do Ministério Público de São Paulo e são levianas as acusações de suposta ocultação de patrimônio por parte do ex-presidente Lula ou seus familiares", esclarece; o texto ressalta que Lula e sua esposa, Marisa Letícia, "nunca foram proprietários de apartamento em qualquer condomínio da Bancoop ou de suas sucessoras"; "A verdade ficará clara no correr das investigações", conclui
Ex-presidente se defende em nota divulgada pelo Instituto Lula após ser intimado a depor como investigado no caso de um apartamento no Guarujá, do qual já teve uma cota, devolvida à empreiteira OAS; "São infundadas as suspeitas do Ministério Público de São Paulo e são levianas as acusações de suposta ocultação de patrimônio por parte do ex-presidente Lula ou seus familiares", esclarece; o texto ressalta que Lula e sua esposa, Marisa Letícia, "nunca foram proprietários de apartamento em qualquer condomínio da Bancoop ou de suas sucessoras"; "A verdade ficará clara no correr das investigações", conclui (Foto: Gisele Federicce)

247 – O Instituto Lula divulgou uma nota nesta sexta-feira 29 em que chama de "infundadas as suspeitas do Ministério Público de São Paulo" e "levianas as acusações de suposta ocultação de patrimônio por parte do ex-presidente Lula ou seus familiares" no caso de um triplex no condomínio Solaris, no Guarujá (SP).

O texto esclarece que Lula e sua esposa, Marisa Letícia, "nunca esconderam que ela adquiriu, em 2005, uma cota da Bancoop, paga em prestações mensais, que foi declarada no Imposto de Renda". Mas ressalta que os dois "nunca foram proprietários de apartamento em qualquer condomínio da Bancoop ou de suas sucessoras".

"A verdade ficará clara no correr das investigações", finaliza a nota. Em notas divulgadas anteriormente, o ex-presidente esclareceu que a cota adquirida pela esposa do ex-presidente foi devolvida à empreiteira OAS no fim do ano passado. Lula e Marisa foram intimados a depor como investigados pelo Ministério Público de São Paulo para esclarecer o caso.

Leia a íntegra:

Nota sobre depoimento de Lula ao Ministério Público

São infundadas as suspeitas do Ministério Público de São Paulo e são levianas as acusações de suposta ocultação de patrimônio por parte do ex-presidente Lula ou seus familiares. Lula e sua esposa Marisa Letícia nunca esconderam que ela adquiriu, em 2005, uma cota da Bancoop, paga em prestações mensais, que foi declarada no Imposto de Renda. Mas nunca foram proprietários de apartamento em qualquer condomínio da Bancoop ou de suas sucessoras. A verdade ficará clara no correr das investigações.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247