Mais dois moradores de rua são assassinados

Já são 17 mortes na Grande Goiânia em cinco meses; um homem foi encontrado morto com sinais de facadas no peito no bairro de Campinas; em Aparecida, dois mendigos que andavam na rua foram baleados por homem dentro de um carro, um morreu e o outro está internado

Mais dois moradores de rua são assassinados
Mais dois moradores de rua são assassinados (Foto: Repordução/TV Anhanguera)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247_ A onda de assassinatos contra moradores de rua na Capital continua. Na madrugada desta terça-feira mais dois morreram. E um jovem de 18 anos, que foi baleado, está internado. Informações da Delegacia de Homicídios mostram que já 17 mortes registradas de moradores de rua – 16 em Goiânia e um em Aparecida de Goiânia.

De acordo com informações do site G1 Goiás, por volta da 1h um moradores de rua foi achado morto no Setor Campinas. Ele aparentava ter entre 50 e 60 anos e tinha marcada de facadas no peito.

Outro caso de violência ocorreu em Aparecida, no Setor os Afonsoso, às 2h10. A polícia afirma que dois mendigos estavam andando na calçada e um homem dentro de um carro passou e atirou contra os dois. Um foi baleado no tórax e na cabeça e morreu. O outro mendigo está internado no Hospital de Urgências de Goiânia.

Em entrevista à TV Anhanguera, a titular da DIH, Adriana Ribeiro, explicou que das 15 mortes ocorridas no ano passado, nove já foram esclarecidas pela polícia e repassadas ao Judiciário. Ela revela que os todos os casos foram analisado e assegura que não há correlação entre eles.

"São autores (dos crimes) diferentes e acontecem por diversos motivos. Desde a briga entre eles pelo uso de entorpecentes até mesmo em relação a divida de drogas, pois alguns moradores de rua passam a ser não só usuários, mas também pequenos traficantes”.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email