Manuela denuncia perseguição a militantes do movimento social

A deputada estadual Manuela D'Ávila (PCdoB) denunciou no Facebook uma perseguição a 13 militantes do Levante Popular da Juventude em Porto Alegre/ "Desde 2013, temos presenciado a ideia de caracterizar e movimento sociais como quadrilhas, organizações criminosas", disse; "É um caso que agrava esta repressão aos movimentos sociais que temos vivido no Rio Grande do Sul", disse a parlamentar, que também é pré-candidata a presidente da República

Manuela denuncia perseguição a militantes do movimento social
Manuela denuncia perseguição a militantes do movimento social

Rio Grande do Sul 247 - A deputada estadual Manuela D'Ávila (PCdoB) denunciou no Facebook uma perseguição a 13 militantes do Levante Popular da Juventude em Porto Alegre. Treze mulheres foram presas.

"Desde 2013, temos presenciado a ideia de caracterizar e movimento sociais como quadrilhas, organizações criminosas. É mais uma demonstração disso. Impossibilidade de pagamento de fiança para 13 meninas que não oferecem nenhum risco à sociedade. Não razão alguma para ocuparem vagas em presídio. É um caso que agrava esta repressão aos movimentos sociais que temos vivido no Rio Grande do Sul", disse a parlamentar, que também é pré-candidata a presidente da República.

Além delas, três homens do Levante Popular da Juventude foram presos, de acordo com o coletivo Mídia Ninja. Uma pessoa que tirou fotos da ação também foi detida e passou a noite algemada - ela não fazia parte do grupo.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247