Marconi fica no PSDB, mas admite vários convites

Notícias de que o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, teria convidado o tucano de Goiás para disputar a Presidência da República pelo PSD circularam na imprensa no início do ano, mas o governador garante que não pretende deixar o PSDB "em hipótese nenhuma"; "Já recebi convites de outros partidos, mas tenho uma história no PSDB", disse; sobre uma possível candidatura à Presidência da República em 2018, o tucano afirma que "essa é uma agenda que ainda vai demorar um tempo para amadurecer"; nesta semana Marconi prestigiou, junto à cúpula tucana, entrega do prêmio de homem do ano ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em Nova York

Notícias de que o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, teria convidado o tucano de Goiás para disputar a Presidência da República pelo PSD circularam na imprensa no início do ano, mas o governador garante que não pretende deixar o PSDB "em hipótese nenhuma"; "Já recebi convites de outros partidos, mas tenho uma história no PSDB", disse; sobre uma possível candidatura à Presidência da República em 2018, o tucano afirma que "essa é uma agenda que ainda vai demorar um tempo para amadurecer"; nesta semana Marconi prestigiou, junto à cúpula tucana, entrega do prêmio de homem do ano ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em Nova York
Notícias de que o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, teria convidado o tucano de Goiás para disputar a Presidência da República pelo PSD circularam na imprensa no início do ano, mas o governador garante que não pretende deixar o PSDB "em hipótese nenhuma"; "Já recebi convites de outros partidos, mas tenho uma história no PSDB", disse; sobre uma possível candidatura à Presidência da República em 2018, o tucano afirma que "essa é uma agenda que ainda vai demorar um tempo para amadurecer"; nesta semana Marconi prestigiou, junto à cúpula tucana, entrega do prêmio de homem do ano ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em Nova York (Foto: Realle Palazzo-Martini)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

João Unes e Adriana Marinelli

Do Portal A Redação (Nova York e Goiânia) - Em entrevista exclusiva ao jornal A Redação (parceiro do Brasil247 em Goiás) durante missão oficial do governo de Goiás nos Estados Unidos, o governador Marconi Perillo garantiu que nunca falou em sair do PSDB.

Notícias de que o ministro Gilberto Kassab teria convidado Marconi para disputar a Presidência da República pelo PSD circularam na imprensa no início do ano, mas o governador garante que não pretende deixar o PSDB "em hipótese nenhuma".

"Nunca toquei nisso. Felizmente já recebi convites de outros partidos, mas tenho uma história no PSDB, tenho 20 anos, completados em maio, de filiação ao PSDB, tenho cinco mandatos majoritários disputados com eleições favoráveis dentro do partido, tenho uma relação extraordinária com os tucanos e acho que sou respeitado, do ponto de vista de opinião, de posições políticas por outros partidos exatamente por conta desta minha conduta e minha coerência", afirma.

Sobre uma possível candidatura à Presidência da República, o tucano afirma que "essa é uma agenda que ainda vai demorar um tempo para amadurecer". "Minha preocupação hoje e a de todos nós que estamos envolvidos com o governo do Estado, é realizar uma boa gestão. É isso que importa e nos norteia hoje: cumprir o plano de governo, levar ações ao governo que possam satisfazer a população do ponto de vista da qualidade dos serviços, transformar Goiás em um dos Estados mais competitivos do Brasil, com bons índices na área da educação, como nós conseguimos registrar neste governo anterior, quando chegamos ao 1º e ao 2º lugares no Ideb", justificou.

"Buscamos melhorar cada vez mais a Saúde, e nisso nós já avançamos muito. Melhorar a Infraestrutura, a Segurança e transformar o Estado de Goiás num dos destinos mais atrativos no Turismo, na Cultura e na Economia", completou.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247