Marconi Perillo pode ser indicado a presidir o PSDB

Depois do afastamento do senador Aécio Neves (MG) do cargo, diante de denúncias de corrupção na Lava Jato, o partido deve antecipar eleições para tirar o mineiro em definitivo do comando do PSDB; o indicado deve ser o governador de Goiás, Marconi Perillo, que nos últimos dias se tem se reunidos com parlamentares tucanos em Brasília

Depois do afastamento do senador Aécio Neves (MG) do cargo, diante de denúncias de corrupção na Lava Jato, o partido deve antecipar eleições para tirar o mineiro em definitivo do comando do PSDB; o indicado deve ser o governador de Goiás, Marconi Perillo, que nos últimos dias se tem se reunidos com parlamentares tucanos em Brasília
Depois do afastamento do senador Aécio Neves (MG) do cargo, diante de denúncias de corrupção na Lava Jato, o partido deve antecipar eleições para tirar o mineiro em definitivo do comando do PSDB; o indicado deve ser o governador de Goiás, Marconi Perillo, que nos últimos dias se tem se reunidos com parlamentares tucanos em Brasília (Foto: Gisele Federicce)

Goiás 247 - Depois do afastamento do senador Aécio Neves (MG) da presidência nacional do PSDB, diante de denúncias de corrupção na Lava Jato, o partido quer antecipar eleições para tirar o mineiro em definitivo do cargo, informa neste sábado 10 a Coluna do Estadão.

De acordo com a nota, o indicado para substituir Aécio deverá ser o governador de Goiás, Marconi Perillo. A legenda realizada uma reunião na segunda-feira 12 para decidir oficialmente se desembarca ou não do governo Temer.

Nesta semana, Perillo defendeu sua posição sobre o assunto: "Não podemos jogar fora o que foi conquistado". O tucano reconheceu que o momento é difícil, mas pediu equilíbrio e responsabilidade do seu partido. Para ele, defender a aliança com o governo federal é defender também as reformas e a agenda positiva.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247