Ministro anuncia critérios para migração das rádios AM para FM

Em solenidade nesta terça-feira (24), em Brasília, o ministro das Comunicações, André Figueiredo, assina a portaria que estabelece os critérios de adaptação de outorgas das empresas de radiodifusão, incluindo os valores para mudança de faixa do AM para FM. Das 1,8 mil emissoras AM em operação no Brasil, 1,4 mil pediram ao Ministério das Comunicações para mudar para o FM

Em solenidade nesta terça-feira (24), em Brasília, o ministro das Comunicações, André Figueiredo, assina a portaria que estabelece os critérios de adaptação de outorgas das empresas de radiodifusão, incluindo os valores para mudança de faixa do AM para FM. Das 1,8 mil emissoras AM em operação no Brasil, 1,4 mil pediram ao Ministério das Comunicações para mudar para o FM
Em solenidade nesta terça-feira (24), em Brasília, o ministro das Comunicações, André Figueiredo, assina a portaria que estabelece os critérios de adaptação de outorgas das empresas de radiodifusão, incluindo os valores para mudança de faixa do AM para FM. Das 1,8 mil emissoras AM em operação no Brasil, 1,4 mil pediram ao Ministério das Comunicações para mudar para o FM (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará247 - O ministro das Comunicações, André Figueiredo, assina nesta terça-feira (24) a portaria que estabelece os critérios de adaptação de outorgas das empresas de radiodifusão, incluindo os valores para mudança de faixa do AM para FM. A solenidade será realizada no Palácio do Planalto, às 11 horas, e receberá autoridades do Governo Federal e representantes das entidades de radiodifusão.

Com a presença do presidente da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Daniel Slaviero, e do presidente da Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel), Luiz Claudio Costa, o ato concretiza o que foi debatido com o setor e ratifica os pontos estabelecidos no decreto presidencial nº 8.139, de 2013.

Das 1,8 mil emissoras AM em operação no Brasil, 1,4 mil pediram ao Ministério das Comunicações para mudar para o FM. Cerca de 1 mil veículos já poderão mudar, em 2016, para a nova faixa, enquanto os 400 restantes terão de aguardar a liberação do espaço que vai ocorrer com a digitalização da TV no país.

Para fazer a alteração de faixa, os radiodifusores promoverão investimentos, incluindo os custos referentes à diferença entre as outorgas de AM e de FM. Além disso, será necessário adquirir equipamentos para a transmissão do novo sinal. A portaria do Ministério das Comunicações vai trazer uma tabela com os valores, baseados em critérios como população do município em que a emissora está localizada, abrangência e alcance.

(Com informações do Ministério das Comunicações)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247