Ministro anuncia R$ 750 milhões para o Nordeste

O ministro Fernando Bezerra, da Integração Nacional, informou que os estados do Nordeste irão receber R$ 750 milhões para ações de combate à seca. O anúncio de novos recursos foi feito em Maceió durante Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo da Sudene. De acordo com Fernando Bezerra , nos últimos anos a presidente Dilma já liberou mais de R$ 14 bilhões para o combate a estiagem.

O ministro Fernando Bezerra, da Integração Nacional, informou que os estados do Nordeste irão receber R$ 750 milhões para ações de combate à seca. O anúncio de novos recursos foi feito em Maceió durante Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo da Sudene. De acordo com Fernando Bezerra , nos últimos anos a presidente Dilma já liberou mais de R$ 14 bilhões para o combate a estiagem.
O ministro Fernando Bezerra, da Integração Nacional, informou que os estados do Nordeste irão receber R$ 750 milhões para ações de combate à seca. O anúncio de novos recursos foi feito em Maceió durante Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo da Sudene. De acordo com Fernando Bezerra , nos últimos anos a presidente Dilma já liberou mais de R$ 14 bilhões para o combate a estiagem. (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, anunciou, na tarde desta sexta-feira (23), que o estado de Alagoas, juntamente com outros da região Nordeste, receberão um investimento na ordem de R$ 750 milhões para financiar as ações de combate à seca, além da construção de uma estação para tratamento de água. No estado, a estação deve ser erguida no interior. Segundo Bezerra, parte dos recursos deveria estar à disposição dos alagoanos, mas problemas burocráticos impediram a transferência tão aguardada por dezenas de famílias que ainda sofrem em todo estado. 

Em entrevista à imprensa alagoana, Bezerra lembrou que a presidente Dilma Rousseff (PT) disponibilizou, nos últimos anos, mais de R$ 14 bi para combate à seca no Nordeste. Ele lembrou, ainda, que, apesar da vontade do governo federal, a burocracia muitas vezes é coloca a frente da real necessidade da população nordestina.

Durante a manhã desta sexta-feira, os governadores do Nordeste se reuniram em Maceió e elaboraram uma lista com reivindicações que será apresentada a presidente Dilma. “Vamos continuar alocando recursos para combater esse mal que assola milhares de famílias em todo Brasil, especialmente no nordeste. O compromisso do governo Federal é com a sociedade”, assegurou Bezerra. 

Mesmo com a promessa de R$ 750 mi, os governadores acreditam que os recursos não são suficientes para implantar todas as medidas de combate à seca. No encontro com a presidente, que ainda não tem data marcada, os governadores irão discutir três pontos. O primeiro diz respeito à ampliação de recursos. O segundo versa sobre o setor sucroalcooleiro que está em crise em todo nordeste e, por fim, a criação de um instrumento de compensação financeira para suprir as distorções do Fundo de Participação dos Estados (FPE).

O encontro contemplou a convalidação de atos da Sudene e do Ministério da Integração Nacional (MIN), entre eles a suplementação de recursos para o Programa Emergencial para a Seca concedidos ao Banco do Nordeste, e as novas medidas de adequação do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE).

Com gazetaweb.com

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email