Miranda defende integração das polícias com o MPE

O candidato a governador Marcelo Miranda, da coligação "A experiência faz a mudança" propôs nessa quarta-feira, 10, durante sabatina realizada na OAB, a integração das polícias civil, militar, guarda metropolitana e o Ministério Público para atuarem no combate à violência; "Vamos implantar o programa A Polícia está de olho, que é o monitoramento por câmeras que já vamos iniciar em três cidades pilotos, Palmas, Araguaína e Gurupi", prometeu; respondendo a dezenas de ações na Justiça por improbidade administrativa, Marcelo Miranda disse que só conseguiu se candidatar graças ao trabalho dos advogados; "Nesses últimos quatro anos, eu só sobrevivi porque pude contar com vocês"  

O candidato a governador Marcelo Miranda, da coligação "A experiência faz a mudança" propôs nessa quarta-feira, 10, durante sabatina realizada na OAB, a integração das polícias civil, militar, guarda metropolitana e o Ministério Público para atuarem no combate à violência; "Vamos implantar o programa A Polícia está de olho, que é o monitoramento por câmeras que já vamos iniciar em três cidades pilotos, Palmas, Araguaína e Gurupi", prometeu; respondendo a dezenas de ações na Justiça por improbidade administrativa, Marcelo Miranda disse que só conseguiu se candidatar graças ao trabalho dos advogados; "Nesses últimos quatro anos, eu só sobrevivi porque pude contar com vocês"
 
O candidato a governador Marcelo Miranda, da coligação "A experiência faz a mudança" propôs nessa quarta-feira, 10, durante sabatina realizada na OAB, a integração das polícias civil, militar, guarda metropolitana e o Ministério Público para atuarem no combate à violência; "Vamos implantar o programa A Polícia está de olho, que é o monitoramento por câmeras que já vamos iniciar em três cidades pilotos, Palmas, Araguaína e Gurupi", prometeu; respondendo a dezenas de ações na Justiça por improbidade administrativa, Marcelo Miranda disse que só conseguiu se candidatar graças ao trabalho dos advogados; "Nesses últimos quatro anos, eu só sobrevivi porque pude contar com vocês"   (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - O candidato a governador Marcelo Miranda, da coligação "A experiência faz a mudança" afirmou nessa quarta-feira, 10, durante sabatina realizada na OAB, que o Tocantins voltará a ser um Estado de oportunidades. "As pessoas que aqui chegarem não vão querer sair porque, com a industrialização e com as reformas urgentes que vamos executar nas áreas da Saúde, Segurança Pública e Trafegabilidade (estradas), a qualidade de vida vai subir alto", afirmou.

Questionado sobre Segurança Pública, o candidato prometeu a integração das polícias civil, militar, guarda metropolitana e o Ministério Público e órgãos responsáveis para um grande esforço de combate ao crime e à violência. "Vamos implantar o programa A Polícia está de olho, que é o monitoramento por câmeras que já vamos iniciar em três cidades pilotos, Palmas, Araguaína e Gurupi", afirmou Marcelo Miranda.

O peemedebista lembrou que no Tocantins, 12% da população é analfabeta e prometeu erradicar o analfabetismo. "Essa é uma enorme dívida social. Vamos trabalhar para erradicar definitivamente o analfabetismo, através do Programa Professores da Família", disse Marcelo, acrescentando que vai recuperar a nota baixa do Tocantins no IDEB, registrada neste ano.

Respondendo a dezenas de ações na Justiça por improbidade administrativa, Marcelo Miranda disse que só conseguiu se candidatar graças ao trabalho dos advogados. "Nesses últimos quatro anos, eu só sobrevivi porque pude contar com vocês. Eu só estou aqui hoje, vivo e podendo me candidatar para trabalhar e fazer as mudanças que o Tocantins precisa, pelo trabalho e a importância que essa classe me deu. Foram vocês que me defenderam e me abriram os caminhos e me fizeram acreditar que podemos continuar confiando na justiça", enfatizou.

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247