MMA deixa jovem tetraplégico. Vale o lucro?

Lutador amador americano Jeff Dunbar, de 20 anos, fraturou duas vrtebras durante o stimo confronto de MMA da sua vida, realizado num campeonato em Illinois; ficou tetraplgico; um dado a mais para promotores desse 'esporte' no Brasil, como Eike Batista e Nizan Guanaes, considerarem: consequncias desse tipo valem o lucro?

MMA deixa jovem tetraplégico. Vale o lucro?
MMA deixa jovem tetraplégico. Vale o lucro? (Foto: DIVULGAÇÃO)

247 – Quando Jeff Dunbar, de 20 anos, tentava escapar da finalização de Rudy Bahena, seu adversário no octógono, bateu a cabeça contra a grade e sofreu um estrangulamento que decretou o final da luta e a sua derrota. Nos momentos seguintes, Dunbar não conseguiu se mover, e, devido à contusão sofrida, ficou tetraplégico.

A luta aconteceu no dia 17 de dezembro de 2011 e fazia parte do Fight Card Entertainment, evento amador de MMA no estado de Illinois, nos Estados Unidos. Dunbar lutava havia apenas um ano e participava do sétimo confronto de sua vida – antes do acidente, acumulava três vitórias e três derrotas.

Os médicos que examinaram o lutador afirmam que os exames mostraram duas vértebras deslocadas que comprimiram sua medula espinhal. Ao que tudo indica, Dunbar não vai recuperar o movimento das pernas, embora exista chance de que volte a mexer os braços.

A polícia de Illinois afirmou que vai investigar o caso, mas os organizadores do Fight Card Entertainment não se pronunciaram sobre uma possível ajuda financeira à família do lutador. Algumas leis locais tentam coibir que eventos deste tipo aconteçam limitando os valores de premiação, mas são insuficientes, como ficou provado com a lesão de Jeff Dunbar.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247