Mobilização social deve barrar reforma da Previdência, diz Pelegrino

Deputado federal Nelson Pelegrino (PT-BA) avaliou que o projeto de Reforma da Previdência apresentado pelo governo Michel Temer não deverá ser aprovado pelo plenário da Câmara; "Estamos mobilizados na Câmara para impedir que esta maldade seja aprovada. Se houver mobilização social, com certeza venceremos" destacou; "O povo não vai aceitar a retirada de direitos, o desrespeito aos princípios constitucionais. Acredito que as mobilizações irão crescer e se somar ao nosso esforço na Câmara", completou

Nelson Pelegrino
Nelson Pelegrino (Foto: Paulo Emílio)

Bahia 247 - O deputado federal Nelson Pelegrino (PT-BA) avaliou que o projeto de Reforma da Previdência apresentado pelo governo Michel Temer não deverá ser aprovado pelo plenário da Câmara. "Estamos mobilizados na Câmara para impedir que esta maldade seja aprovada. Se houver mobilização social, com certeza venceremos" destacou.

Para Pelegrino, o número de votos que garantiu a aprovação da Lei da Terceirização não seria suficiente para a aprovação de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC), que exige três quintos dos deputados (308) em dois turnos.

"O povo não vai aceitar a retirada de direitos, o desrespeito aos princípios constitucionais. Acredito que as mobilizações irão crescer e se somar ao nosso esforço na Câmara", ressaltou.

Nesta quinta-feira (6), o Governo anunciou que vai recuar em pelo menos cinco pontos da PEC, o que, segundo o parlamentar, comprova o abuso da Proposta e o crescimento da insatisfação popular.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247