Morre mais um jornal impresso: O Sul

Veículo do Rio Grande do Sul, que passa a ser exclusivamente digital, informou na edição desta quarta-feira 9 que "a disparada na cotação do dólar fez com que os custos industriais do jornal O Sul aumentassem vertiginosamente (papel, tinta e demais insumos)" e por isso sua versão impressa circulou pela última vez ontem

Veículo do Rio Grande do Sul, que passa a ser exclusivamente digital, informou na edição desta quarta-feira 9 que "a disparada na cotação do dólar fez com que os custos industriais do jornal O Sul aumentassem vertiginosamente (papel, tinta e demais insumos)" e por isso sua versão impressa circulou pela última vez ontem
Veículo do Rio Grande do Sul, que passa a ser exclusivamente digital, informou na edição desta quarta-feira 9 que "a disparada na cotação do dólar fez com que os custos industriais do jornal O Sul aumentassem vertiginosamente (papel, tinta e demais insumos)" e por isso sua versão impressa circulou pela última vez ontem (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Portal dos Jornalistas - Mais um veículo promove mudanças em função da alta do dólar. Desta vez o aumento de custos atingiu o jornal O Sul, cuja versão impressa circulou pela última vez nesta 3ª.feira (7/4), no Rio Grande do Sul.

O jornal, que passa a ser exclusivamente digital, informou na edição desta 4ª.feira (9/4) que "a disparada na cotação do dólar fez com que os custos industriais do jornal O Sul aumentassem vertiginosamente (papel, tinta e demais insumos). A receita publicitária não acompanhou este acréscimo expressivo de custos".

Os leitores podem continuar acompanhando o jornal pelo site, ou por meio do aplicativo Jornal O Sul, disponível em App Store, Google Play e Windows Phone Store.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247