Motoristas da Uber farão greve em Belo Horizonte

Os motoristas do aplicativo Uber farão um protesto nesta quarta (20) e quinta-feira (21) contra um novo desconto de 15% nas tarifas da plataforma em algumas regiões de Belo Horizonte e região metropolitana; motoristas informaram que deixarão o aplicativo offline nos dois dias de manifestação; em nota, a Uber disse que o objetivo da empresa com a redução de 15% na tarifa no UberX é integrar a região metropolitana e os bairros que periféricos no aplicativo como um benefício para os usuários

Os motoristas do aplicativo Uber farão um protesto nesta quarta (20) e quinta-feira (21) contra um novo desconto de 15% nas tarifas da plataforma em algumas regiões de Belo Horizonte e região metropolitana; motoristas informaram que deixarão o aplicativo offline nos dois dias de manifestação; em nota, a Uber disse que o objetivo da empresa com a redução de 15% na tarifa no UberX é integrar a região metropolitana e os bairros que periféricos no aplicativo como um benefício para os usuários
Os motoristas do aplicativo Uber farão um protesto nesta quarta (20) e quinta-feira (21) contra um novo desconto de 15% nas tarifas da plataforma em algumas regiões de Belo Horizonte e região metropolitana; motoristas informaram que deixarão o aplicativo offline nos dois dias de manifestação; em nota, a Uber disse que o objetivo da empresa com a redução de 15% na tarifa no UberX é integrar a região metropolitana e os bairros que periféricos no aplicativo como um benefício para os usuários (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - Os motoristas do aplicativo Uber farão um protesto nesta quarta (20) e quinta-feira (21) contra um novo desconto de 15% nas tarifas da plataforma em algumas regiões de Belo Horizonte e região metropolitana a partir desta terça-feira (19). Motoristas informaram que deixarão o aplicativo offline nos dois dias de manifestação.

Em nota, a Uber disse que o objetivo da empresa com a redução de 15% na tarifa no UberX é integrar a região metropolitana e os bairros que periféricos no aplicativo como um benefício para os usuários. De acordo com a empresa, o número de chamadas nesses lugares é baixo. Como consequência, o desconto é para aumentar as chamadas nessas regiões e evitar que os motoristas tenham que ir até o centro para realizar corridas. Os relatos foram publicados no jornal O Tempo.

"Para equilibrar ainda mais a oferta de mobilidade em toda região e incentivar o uso da plataforma por parte dos moradores da região, outro aspecto do projeto é a diferenciação de preços. Nas regiões incluídas no projeto de integração metropolitana, os preços do uberX serão 15% menores para os usuários do que os praticados atualmente no centro. A mudança é válidas apenas para viagens de uberX, a partir da terça-feira (19). As categorias UberSELECT e UberBLACK continuam com a mesma política de preços", explicou a empresa.

Os motoristas discordam dos argumentos da empresa e, por meio de mensagens pelo Whatsapp, afirmaram que tiveram "um aumento nos combustíveis em torno de 13% nos últimos 30 dias, a cada dia que passa nosso orçamento familiar fica mais apertado".

"E a uber na contramão de ajudar os parceiros, nós que geramos faturamento para eles e prestamos um serviço de qualidade para sociedade, veio com uma nova forma de calcular os ganhos, devido a concorrência ter chegado. Mas não se propondo a uma parceria justa reduzindo a tarifa e sacrificando- nos com uma redução de 15% na tarifa em quase toda a região metropolitana de BH".

 

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247