“Nada traz mais estabilidade e legitimidade que o voto popular”, diz Guilherme

"A soberania da escolha precisa ser de todos. Com essa hipótese do voto popular, encontraremos uma saída constitucional para o que está acontecendo no país, e o escolhido vai enfrentar não só essa eventualidade, como os outros desafios que vai enfrentar", afirmou nesta quarta-feira (24) o vereador Guilherme Sampaio (PT), engrossando o coro dos que defendem eleições diretas para a presidência. Em pronunciamento na Câmara Municipal, o parlamentar falou avaliou ainda que tudo aponta para a queda do presidente Michel Temer (PMDB) e comentou as delações da JBS

"A soberania da escolha precisa ser de todos. Com essa hipótese do voto popular, encontraremos uma saída constitucional para o que está acontecendo no país, e o escolhido vai enfrentar não só essa eventualidade, como os outros desafios que vai enfrentar", afirmou nesta quarta-feira (24) o vereador Guilherme Sampaio (PT), engrossando o coro dos que defendem eleições diretas para a presidência. Em pronunciamento na Câmara Municipal, o parlamentar falou avaliou ainda que tudo aponta para a queda do presidente Michel Temer (PMDB) e comentou as delações da JBS
"A soberania da escolha precisa ser de todos. Com essa hipótese do voto popular, encontraremos uma saída constitucional para o que está acontecendo no país, e o escolhido vai enfrentar não só essa eventualidade, como os outros desafios que vai enfrentar", afirmou nesta quarta-feira (24) o vereador Guilherme Sampaio (PT), engrossando o coro dos que defendem eleições diretas para a presidência. Em pronunciamento na Câmara Municipal, o parlamentar falou avaliou ainda que tudo aponta para a queda do presidente Michel Temer (PMDB) e comentou as delações da JBS (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - O vereador Guilherme Sampaio (PT) é mais um parlamentar cearense a defender eleições diretas para Presidente da República. Em pronunciamento na Câmara Municipal, nesta quarta-feira (24), o vereador afirmou que somente através da escolha da população é que o País voltará a crescer e avançar.

Guilherme iniciou sua fala repercutindo sobre a delação premiada dos donos da JBS, e que todos os brasileiros estão acompanhando o desenrolar de toda a história e as denúncias que estão sendo apresentadas. Para ele, é fundamental que além das denúncias, existam provas para confirmar o que está sendo dito.

“Essa delação foi planejada de forma diferente e deveria ser avaliada nessa singularidade, nessa distinção. Não basta apenas um criminoso delatando outro criminoso, é preciso, além da delação, ter áudios, vídeos e documentos que constatem o que ele está dizendo. Isso é totalmente diferente do que um criminoso dizer qualquer coisa para pegar uma pena menor, é uma declaração associado a vídeos, áudios e documentos”, afirmou.

Para Guilherme, todas as provas apresentadas e documentadas apontam para o afastamento imediato do Presidente Michel Temer da Presidência da República, e por conta de tudo que está sendo repercutido, as reformas apresentadas pelo Governo Federal não deveriam entrar em votação no Congresso Nacional.

O parlamentar ressaltou que de acordo com a Constituição, haverá eleições indiretas caso Temer seja afastado da Presidência, porém ele defende que aconteça eleições diretas para que um novo representante da nação seja escolhido.

“A soberania da escolha precisa ser de todos. Com essa hipótese do voto popular, encontraremos uma saída constitucional para o que está acontecendo no país, e o escolhido vai enfrentar não só essa eventualidade, como os outros desafios que vai enfrentar”, explicou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247