Netflix tem alta acima do esperado na base de assinantes e valor da empresa cresce para mais de US$100 bi

O serviço adicionou um total de 8,33 milhões de assinantes no mundo, incluindo os Estados Unidos, sede da companhia.

Netflix tem alta acima do esperado na base de assinantes e valor da empresa cresce para mais de US$100 bi
Netflix tem alta acima do esperado na base de assinantes e valor da empresa cresce para mais de US$100 bi
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

(Reuters) - A Netflix adicionou mais assinantes internacionais do que o esperado pelo mercado para o quarto trimestre, apoiada em programas aclamados pela crítica, como “The Crown” e “Stranger Things”. O valor de mercado da empresa ultrapassou a marca de 100 bilhões de dólares após a divulgação dos números.

A empresa registrou adições 6,36 milhões de assinaturas internacionais, em comparação com a estimativa média de analistas de 5,1 milhões para o quarto trimestre, de acordo com a empresa de dados e análises FactSet.

O serviço adicionou um total de 8,33 milhões de assinantes no mundo, incluindo os Estados Unidos, sede da companhia.

O lucro e a receita da companhia também subiram no quarto trimestre. O lucro subiu para 185,52 milhões de dólares, ou 0,41 dólar por ação, ante 66,8 milhões, ou 0,15 dólar por papel, um ano antes. A receita disparou 32,6 por cento, para 3,29 bilhões de dólares.

As ações da Netflix atingiram um recorde de 227,79 dólares durante a negociação regular desta segunda-feira e subiram 7,3 por cento, para 244,30 dólares no pregão eletrônico na Nasdaq.

Por Aishwarya Venugopal

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email