No Facebook, Dilma homenageia Campos como 'líder combativo'

"A homenagem a ele, nessa data, celebra a vida de um líder combativo e é também um momento de saudade. Saudade não só para a família e amigos, mas para todos os brasileiros e brasileiras que perderam um compatriota digno, que sempre trabalhou e acreditou no Brasil" escreveu a presidente Dilma sobre o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que completaria 50 anos nesta segunda-feira e morreu em agosto do ano passado, em acidente aéreo

"A homenagem a ele, nessa data, celebra a vida de um líder combativo e é também um momento de saudade. Saudade não só para a família e amigos, mas para todos os brasileiros e brasileiras que perderam um compatriota digno, que sempre trabalhou e acreditou no Brasil" escreveu a presidente Dilma sobre o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que completaria 50 anos nesta segunda-feira e morreu em agosto do ano passado, em acidente aéreo
"A homenagem a ele, nessa data, celebra a vida de um líder combativo e é também um momento de saudade. Saudade não só para a família e amigos, mas para todos os brasileiros e brasileiras que perderam um compatriota digno, que sempre trabalhou e acreditou no Brasil" escreveu a presidente Dilma sobre o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que completaria 50 anos nesta segunda-feira e morreu em agosto do ano passado, em acidente aéreo (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paulo Victor Chagas - Repórter da Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff publicou na noite de ontem (10) mensagem homenageando o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que completaria 50 anos nesta segunda-feira e morreu em agosto do ano passado, em acidente aéreo. Ela disse que Campos foi um "líder combativo" e um "compatriota digno".

Dilma aproveitou a data para se solidarizar com a família. Candidato à presidência da República, Eduardo Campos morreu na queda de um jato particular, junto com assessores, quando iriam cumprir agenda de campanha na cidade de Santos (SP), no dia 13 de agosto de 2014.

"A homenagem a ele, nessa data, celebra a vida de um líder combativo e é também um momento de saudade. Saudade não só para a família e amigos, mas para todos os brasileiros e brasileiras que perderam um compatriota digno, que sempre trabalhou e acreditou no Brasil" escreveu a presidenta.

O texto foi publicado na página de Dilma no Facebook, que, segundo sua descrição, é administrada pelo Partido dos Trabalhadores. De acordo com a Secretaria de Comunicação da Presidência, a mensagem é uma manifestação da própria presidenta.

Além de Campos, morreram no acidente o assessor de imprensa Carlos Augusto Percol, o fotógrafo Alexandre Severo, o cinegrafista Marcelo Lyra, o assessor Pedro Valadares e os pilotos Geraldo Magela Barbosa da Cunha e Marcos Martins.

Duas vezes governador de Pernambuco, Eduardo Campos foi deputado estadual, três vezes deputado federal, secretário estadual de Governo e de Fazenda e ministro no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Campos era neto do ex-governador de Pernambuco, Miguel Arraes.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email