No PSD, Matarazzo deve ter apoio informal de Serra contra Doria

Vereador Andrea Matarazzo, anuncia nesta quarta-feira sua filiação ao PSD, de Gilberto Kassab, para disputar a Prefeitura de São Paulo contra o prefeito Fernando Haddad (PT), a senadora Marta Suplicy (PMDB), o deputado federal Celso Russomanno (PRB), além de João Doria, pelo PSDB; ele acusa o empresário de fraudar as prévias, com compra de votos e pagamento de transporte a filiados nos dias de votação e deve contar com o apoio informal do senador tucano José Serra, que também cogita deixar o PSDB para se candidatar à Presidência em 2018

Vereador Andrea Matarazzo, anuncia nesta quarta-feira sua filiação ao PSD, de Gilberto Kassab, para disputar a Prefeitura de São Paulo contra o prefeito Fernando Haddad (PT), a senadora Marta Suplicy (PMDB), o deputado federal Celso Russomanno (PRB), além de João Doria, pelo PSDB; ele acusa o empresário de fraudar as prévias, com compra de votos e pagamento de transporte a filiados nos dias de votação e deve contar com o apoio informal do senador tucano José Serra, que também cogita deixar o PSDB para se candidatar à Presidência em 2018
Vereador Andrea Matarazzo, anuncia nesta quarta-feira sua filiação ao PSD, de Gilberto Kassab, para disputar a Prefeitura de São Paulo contra o prefeito Fernando Haddad (PT), a senadora Marta Suplicy (PMDB), o deputado federal Celso Russomanno (PRB), além de João Doria, pelo PSDB; ele acusa o empresário de fraudar as prévias, com compra de votos e pagamento de transporte a filiados nos dias de votação e deve contar com o apoio informal do senador tucano José Serra, que também cogita deixar o PSDB para se candidatar à Presidência em 2018 (Foto: Roberta Namour)

247 - O vereador Andrea Matarazzo, anuncia nesta quarta-feira sua filiação ao PSD, de Gilberto Kassab. Ele vai deixar o PSDB após a confirmação do empresário João Doria como candidato tucano à Prefeitura de São Paulo.

Matarazzo acusa o apadrinhado pelo governador Geraldo Alckmin de fraudar as prévias, com compra de votos e pagamento de transporte a filiados nos dias de votação.

No PSD, ele deve ser lançado candidato por Kassab para a disputa contra o prefeito Fernando Haddad (PT), a senadora Marta Suplicy (PMDB) e o deputado federal Celso Russomanno (PRB), além de Doria.

Ele deve também contar com o apoio informal do senador tucano José Serra, que também cogita deixar o PSDB para se candidatar à Presidência em 2018.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247