No RS, militares reprimem piquetes em empresas de ônibus e detêm 51

A Brigada Militar reprimiu vários piquetes organizados por manifestantes em frente a garagens de empresas de ônibus de Porto Alegre e Região Metropolitana; há feridos e pessoas presas; pelo menos 51 manifestantes foram detidos pela Brigada Militar, durante um piquete em frente à garagem de ônibus da empresa VTC, na zona sul da capital

247, com Sul 21 - A Brigada Militar reprimiu, na manhã desta sexta-feira (14), vários piquetes organizados por manifestantes em frente a garagens de empresas de ônibus de Porto Alegre e de municípios da Região Metropolitana. Há feridos e pessoas presas. Pelo menos 51 manifestantes foram detidos pela Brigada Militar, durante um piquete, no início da manhã, em frente à garagem de ônibus da empresa VTC, na zona sul da capital.

Segundo a Brigada Militar, os manifestantes estavam impedindo a saída dos veículos e teriam lançados pedras em direção aos policiais. Os manifestantes detidos foram levados para a 2ª Delegacia de Polícia. A Brigada Militar também prendeu seis funcionários da Trensurb, que estariam acendendo uma fogueira nos trilhos do trem, em Sapucaia do Sul.

Os protestos acontecem em todos os estados contra a proposta de reforma da Previdência enviada pelo governo Jair Bolsonaro ao Congresso. Manifestantes também criticam e o desemprego e os cortes de investimentos na Educação, já agravada pela PEC do Teto dos Gastos, que congela os investimentos públicos por 20 anos. Neste caso, a Proposta de Emernda à Constituição foi aprovada no governo Michel Temer e apoiada pelo atual presidente Jair Bolsonaro, na época deputado federal.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247