Novo chefe do Ibama na Bahia deve mais de R$ 100 mil em multas ao órgão

Escolhido pelo governo interino de Michel Temer para comandar o Ibama na Bahia, Neuvaldo David de Oliveira já foi autuado pelo órgão e deve mais de R$ 108 mil em multas ao próprio órgão, de acordo com a Associação dos Servidores da Carreira de Especialistas em Meio Ambiente (Ascema); ex-prefeito do município de Caravelas, Neuvaldo Oliveira instalou, segundo notificação do Ibama, rede elétrica na orla da cidade de forma irregular; segundo a Ascema, nem mesmo a Coelba deu liberação para a obra; ele foi indicado pelo deputado federal Uldurico Jr., pela cota do PV no governo provisório

Escolhido pelo governo interino de Michel Temer para comandar o Ibama na Bahia, Neuvaldo David de Oliveira já foi autuado pelo órgão e deve mais de R$ 108 mil em multas ao próprio órgão, de acordo com a Associação dos Servidores da Carreira de Especialistas em Meio Ambiente (Ascema); ex-prefeito do município de Caravelas, Neuvaldo Oliveira instalou, segundo notificação do Ibama, rede elétrica na orla da cidade de forma irregular; segundo a Ascema, nem mesmo a Coelba deu liberação para a obra; ele foi indicado pelo deputado federal Uldurico Jr., pela cota do PV no governo provisório
Escolhido pelo governo interino de Michel Temer para comandar o Ibama na Bahia, Neuvaldo David de Oliveira já foi autuado pelo órgão e deve mais de R$ 108 mil em multas ao próprio órgão, de acordo com a Associação dos Servidores da Carreira de Especialistas em Meio Ambiente (Ascema); ex-prefeito do município de Caravelas, Neuvaldo Oliveira instalou, segundo notificação do Ibama, rede elétrica na orla da cidade de forma irregular; segundo a Ascema, nem mesmo a Coelba deu liberação para a obra; ele foi indicado pelo deputado federal Uldurico Jr., pela cota do PV no governo provisório (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Escolhido pelo governo interino de Michel Temer (PMDB) para comandar o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) na Bahia, Neuvaldo David de Oliveira já foi autuado pelo órgão e deve mais de R$ 108 mil em multas ao próprio órgão, de acordo com a Associação dos Servidores da Carreira de Especialistas em Meio Ambiente (Ascema-BA).

Ex-prefeito do município de Caravelas, Neuvaldo Oliveira instalou, segundo notificação do Ibama, rede elétrica na orla da cidade de forma irregular. Segundo a Ascema, nem mesmo a Coelba deu liberação para a obra.

De acordo com o auto de infração, Oliveira cometeu a irregularidade em 2006 e, até agora, não pagou as multas. Ainda segundo a Ascema, o novo superintendente do Ibama foi uma indicação política do presidente do PV no Estado, o deputado federal Uldurico Jr.

Irregularidades como prefeito

Além do histórico negativo com o próprio Ibama, Neuvaldo Oliveira já teve problemas também com o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Em 2009, a corte formulou representação ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) pedindo que ele devolvesse, com recursos próprios, R$ 41 mil aos cofres da prefeitura de Caravelas. Além disso, ele foi multado em R$ 5 mil.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247