O dilema de Paulo Garcia: apoiar Gomide ou Iris?

Prefeito de Goiânia vê o PT, seu partido, lançar Antônio Gomide ao governo e agora Iris Rezende surge como o nome do PMDB para o Palácio das Esmeraldas; Iris é o padrinho político de Paulo e trabalhou pela sua eleição em 2012; relação com Gomide não é das melhores e petistas até evitam citar o nome um do outro; o outro lado da moeda é que Paulo Garcia vive crise grave na prefeitura e seu apoio pode ser um fardo não muito agradável de carregar ao longo da campanha

paulo garcia
paulo garcia (Foto: José Barbacena)

Goiás247 - Vivendo uma crise administrativa e financeira à frente da prefeitura de Goiânia, Paulo Garcia (PT) está prestes enfrentar um dilema. Seu partido tem como candidato ao governo o ex-prefeito de Anápolis Antônio Gomide. O problema é que o padrinho político de Paulo, o ex-governador Iris Rezende (PMDB), também é candidato.

Quem o prefeito de Goiânia? Até agora ninguém sabe. Paulo Garcia nunca foi muito simpático ao projeto eleitoral de Gomide e sempre defendeu a manutenção da aliança com o PT sendo coadjuvante do PMDB. Nas entrevistas recentes, Gomide até evita citar o nome de Paulo Garcia e fica notório que a relação entre os dois não é das melhores.

Paulo Garcia prefere Iris e é leal ao cacique peemedebista. A grave crise da prefeitura fez com que o debate sobre a herança deixada por Iris viesse à tona. Paulo nunca caiu na tentação de dividir a culpa do caos financeiro do Paço com o Iris Rezende. O petista assume toda a bronca e blinda o padrinho.

Em paralelo ao dilema de Paulo está outra questão: Iris e Gomide vão estar dispostos a carregar o apoio da desgastada gestão de Paulo Garcia? A crise na coleta de lixo colocou Paulo Garcia no noticiário nacional e Goiânia ficou com fama de cidade suja. A crise recente diz respeito aos servidores. Professores municipais estão em greve, assim como os trabalhadores da Secretaria de Trânsito e da Guarda Civil.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247