"O PSB está numa posição esquizofrênica"

O ex-ministro Ciro Gomes (PSB-CE) disse que as discussões da legenda em torno da potencial candidatura presidencial do Governador de Pernambuco, Eduardo Campos, fizeram com que ele constatasse que “o PSB está perplexo e numa posição esquizofrênica”; o senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), um dos principais interlocutores de Campos, disse preferir ficar com a posição que Ciro tomou na reunião da Executiva do Partido, quando disse apoiar o projeto majoritário do PSB, do que com as últimas declarações dele em torno do assunto

"O PSB está numa posição esquizofrênica"
"O PSB está numa posição esquizofrênica"
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 - O ex-ministro Ciro Gomes (PSB-CE) disse, nesta terça-feira (23), que as discussões da legenda em torno da candidatura presidencial do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, fizeram com que ele constatasse que “o PSB está perplexo e numa posição esquizofrênica”. para ele, apesar da insistência do partido em querer lançar uma candidatura própria, a sigla encontra-se “numa posição menos ofensiva do que no passado, no que de qualquer forma atende à minha preocupação”, disse em referência ao fato de que nas últimas eleições presidenciais a presidente Dilma Rousseff (PT) era quase uma desconhecida e o PSB ter optado por apoiar a sua eleição. O senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), um dos principais interlocutores de Campos junto ao Congresso, disse preferir ficar com a posição que Ciro tomou na reunião da Executiva do Partido, quando o ex-ministro teria manifestado apoio ao projeto majoritário do PSB, no lugar das últimas declarações feitas pelo correligionário.

Na entrevista á Rádio Tribuna Band News, em Fortaleza, Ciro disse estar preocupado com o posicionamento do PSB em torno da candidatura de Campos. “A minha preocupação é, se nós temos candidato nós temos que responder duas perguntas: por quê a partir da ideia de quando a Dilma era ninguém, desconhecida e o Lula encerrava um ciclo, nós não apresentamos candidato?; e para quê? Porque o Brasil não quer Chico, Manoel ou Toim. O Brasil quer uma proposta que se ofereça para garantir o espaço conquistado mas avance muito além daquilo que hoje nós temos. E especialmente que represente uma ruptura com os maus costumes da política brasileira, com a ladroeira, que represente uma inversão de prioridades para que se cuide da economia do País, da Educação do nosso povo, da segurança de nossa população; e da saúde da família brasileira”, afirmou.

Ciro também não poupou críticas à ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva (Rede), a quem ele qualificou como “uma santinha, mas nunca foi testada e não diz nada”. Apesar das críticas, Ciro descartou a possibilidade de vir a se candidatar em 2014.“Estou ainda num processo de desintoxicação e abrindo espaço para gente mais jovem”, comentou.

Para o senador Rollemberg, em suas entrevistas ao longo do dia, Ciro ressaltou as dificuldades que o Governo Dilma vem passando atualmente em função do pacto que mantém atualmente com os mais diversos partidos da base. "Ele é muito direto quanto ao que pensa e diz", observou. Sobre o fato do correligionário ter taxado o próprio partido de manter uma "posição esquizofrênica" acerca da candidatura do governador Eduardo Campos, Rollemberg disse que "esta não foi a posição que eu ouvi do Ciro na Reunião da Executiva do partido. E, sendo assim, eu prefiro ficar com o que ouvi durante o encontro", disse o parlamentar.

Ainda nesta terça-feira, em uma outra entrevista á Rádio Verdes Mares AM,  o ex-ministro defendeu uma reforma ministerial ampla e que a presidente “Dilma é decente e trabalhadora, mas está cercada de gente de quinta categoria pilotando e sentada na putaria, desculpe a má palavra!”, referindo-se à parte da base de apoio governista, em especial o PMDB.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247