Obra da pista do Aeroporto de Cargas na fase final

Dois terços da pista, que tem 3,3 mil metros de extensão e 45 metros de largura, já foram pavimentados; aeroporto integra o projeto da Plataforma Logística Multimodal de Goiás; segundo o secretário de Gestão e Planejamento, Leonardo Vilela, a Plataforma Logística deverá dinamizar ainda mais a vocação de entreposto comercial do município de Anápolis, com reflexos positivos no desempenho da economia goiana; pista permitirá pouso de aeronaves de até 420 toneladas

Dois terços da pista, que tem 3,3 mil metros de extensão e 45 metros de largura, já foram pavimentados; aeroporto integra o projeto da Plataforma Logística Multimodal de Goiás; segundo o secretário de Gestão e Planejamento, Leonardo Vilela, a Plataforma Logística deverá dinamizar ainda mais a vocação de entreposto comercial do município de Anápolis, com reflexos positivos no desempenho da economia goiana; pista permitirá pouso de aeronaves de até 420 toneladas
Dois terços da pista, que tem 3,3 mil metros de extensão e 45 metros de largura, já foram pavimentados; aeroporto integra o projeto da Plataforma Logística Multimodal de Goiás; segundo o secretário de Gestão e Planejamento, Leonardo Vilela, a Plataforma Logística deverá dinamizar ainda mais a vocação de entreposto comercial do município de Anápolis, com reflexos positivos no desempenho da economia goiana; pista permitirá pouso de aeronaves de até 420 toneladas (Foto: Realle Palazzo-Martini)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

GoiásAgora_ As obras do Aeroporto de Cargas de Anápolis estão adiantadas. Dois terços da pista, que tem 3,3 mil metros  de extensão e 45 metros de largura, já foram pavimentados. O aeroporto integra o projeto da Plataforma Logística Multimodal de Goiás.

Segundo o secretário de Gestão e Planejamento, Leonardo Vilela, a Plataforma Logística deverá dinamizar ainda mais a vocação de entreposto comercial do município de Anápolis, com reflexos positivos no desempenho da economia goiana. A pista vai permitir o pouso de aeronaves de até 420 toneladas.

A pavimentação segue técnicas da Organização Internacional de Aviação Civil (Icao, na sigla em inglês) e é feita sob rígido controle de qualidade. Para garantir o suprimento de matéria-prima e não comprometer o andamento da obra, o Governo de Goiás optou por montar no local uma fábrica de manta asfáltica.

A construção das usinas, ao lado da pista, atende duas exigências: qualidade e custo baixo. Segundo os engenheiros, a aplicação imediata do asfalto recém usinado garante maior qualidade da massa asfáltica. Por outro lado, a proximidade reduz substancialmente o custo do transporte da massa.

Orçada em R$ 140 milhões, a obra do Aeroporto de Cargas de Anápolis tem recursos assegurados pelos cofres estaduais e integra o Plano de Ação Integrada de Desenvolvimento (PAI) do Governo de Goiás. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email