Paim vê avanço contra mudanças climáticas

Senador Paulo Paim (PT-RS) pediu uma ação forte e decisiva dos governos na questão climática, mas reconheceu avanços do Brasil na questão, como a redução de 80% na principal fonte de emissão de gases de efeito estufa, o desmatamento, em relação a 2004

No Dia Mundial do Meio Ambiente, senador Paulo Paim (PT-RS) pede atenção dos governos para questões climáticas
No Dia Mundial do Meio Ambiente, senador Paulo Paim (PT-RS) pede atenção dos governos para questões climáticas (Foto: Roberta Namour)

Agência Senado - Na passagem do Dia Mundial do Meio Ambiente, neste 5 de junho, o senador Paulo Paim (PT-RS) pediu uma ação forte e decisiva dos governos na questão climática, mas reconheceu avanços do Brasil na questão, como a redução de 80% na principal fonte de emissão de gases de efeito estufa, o desmatamento, em relação a 2004.

De acordo com Paim, o Brasil "nunca se furtou" ao debate franco e direto sobre o tema, assim como ao compromisso de levar adiante, "sem qualquer tergiversação", as metas estabelecidas pelos acordos internacionais.

Em aparte, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) citou um relatório divulgado nesta quinta-feira (5) na reunião da ONU sobre mudanças climáticas que ocorre em Bonn, na Alemanha. O documento, conforme a senadora, destaca o Brasil como o país que mais reduziu o desmatamento e as emissões de gases que causam aquecimento global.

Pescadores

Paim pediu também apoio dos senadores para dois projetos de sua autoria, que tramitam em conjunto, os PLS 150/2013 e 152/2013. O primeiro prevê a contagem do período de defeso na atividade pesqueira como tempo efetivo de contribuição para efeito de concessão de benefícios previdenciários. O segundo define regras para a concessão de aposentadoria especial para os pescadores.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247