Para Ciro, governo Temer é “desastre completo”

Ex-governador Ciro Gomes recebeu na Câmara Municipal de Goiânia o título de cidadão goianiense; em seu discurso, Ciro não poupou críticas ao governo interino de Michel Temer (PMDB); "É um desastre completo e está ferindo de morte a nossa jovem democracia. O mais grave de tudo é a emenda à Constituição que tabela os gastos com a educação, saúde e previdência, deixando livre o gasto com juros"; Ciro acredita que será difícil a volta da presidente afastada Dilma Rousseff ao cargo; "A probabilidade é pequena, mas devemos lutar para que isso aconteça”

Ex-governador Ciro Gomes recebeu na Câmara Municipal de Goiânia o título de cidadão goianiense; em seu discurso, Ciro não poupou críticas ao governo interino de Michel Temer (PMDB); "É um desastre completo e está ferindo de morte a nossa jovem democracia. O mais grave de tudo é a emenda à Constituição que tabela os gastos com a educação, saúde e previdência, deixando livre o gasto com juros"; Ciro acredita que será difícil a volta da presidente afastada Dilma Rousseff ao cargo; "A probabilidade é pequena, mas devemos lutar para que isso aconteça”
Ex-governador Ciro Gomes recebeu na Câmara Municipal de Goiânia o título de cidadão goianiense; em seu discurso, Ciro não poupou críticas ao governo interino de Michel Temer (PMDB); "É um desastre completo e está ferindo de morte a nossa jovem democracia. O mais grave de tudo é a emenda à Constituição que tabela os gastos com a educação, saúde e previdência, deixando livre o gasto com juros"; Ciro acredita que será difícil a volta da presidente afastada Dilma Rousseff ao cargo; "A probabilidade é pequena, mas devemos lutar para que isso aconteça” (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - O ex-governador e advogado Ciro Gomes recebeu no final da tarde de sexta-feira o título de cidadão goianiense da Câmara Municipal. Em seu discurso, Ciro não se furtou a falar da política nacional e criticou o presidente interino Michel Temer (PMDB). 

"É um desastre completo e está ferindo de morte a nossa jovem democracia. O mais grave de tudo é a emenda à Constituição que tabela os gastos com a educação, saúde e previdência, deixando livre o gasto com juros. E o outro grande e gravíssimo problema é a questão da entrega das riquezas nacionais, especialmente o pré-sal, que é um crime contra as novas gerações do Brasil”.

Ciro vê a volta da presidente Dilma Rousseff (PT) como algo difícil. "A probabilidade é pequena, mas devemos lutar para que isso aconteça”. O ex-ministro, no entanto, voltou a criticar o processo de impeachment, que classificou como golpe. "É golpe de estado, sem dúvida. Em 64, o Renan Calheiros da época era o Auro de Moura Andrade, que declarou vaga a presidência mentindo que o presidente tinha se evadido do território nacional”.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247