Paulo Câmara enfrenta desconhecimento no interior

Durante a primeira agenda no interior de Pernambuco, o pré-candidato pela frente governista esteve nesse domingo no desfile de Papangus de Bezerros, acompanhado de Eduardo Campos e aliados; foram cerca de 40 minutos de caminhada que Eduardo Campos roubou a cena

Durante a primeira agenda no interior de Pernambuco, o pré-candidato pela frente governista esteve nesse domingo no desfile de Papangus de Bezerros, acompanhado de Eduardo Campos e aliados; foram cerca de 40 minutos de caminhada que Eduardo Campos roubou a cena
Durante a primeira agenda no interior de Pernambuco, o pré-candidato pela frente governista esteve nesse domingo no desfile de Papangus de Bezerros, acompanhado de Eduardo Campos e aliados; foram cerca de 40 minutos de caminhada que Eduardo Campos roubou a cena (Foto: Itevaldo Junior)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pernambuco 247 - O secretário Paulo Câmara, que integra o setor burocrático do governo de Pernambuco, enfrentou o desconhecimento da população na sua primeira agenda pelo interior na condição de pré-candidato a governador pela frente governista. A agenda desse domingo (2) foi no desfile de Papangus em Bezerros, no Agreste, seguindo depois para Pesqueira.

Segundo matéria do Jornal do Commercio Online, foram cerca de 40 minutos em que o pré-candidato, acompanhado do governador Eduardo Campos e de aliados, caminharam pelas ruas da cidade. O governador Eduardo Campos (PSB) roubou a cena. Ficou na linha de frente, seguido logo atrás por Câmara, o ex-ministro Fernando Bezerra Coelho (PSB) - que disputará o Senado - e o deputado federal Raul Henry - que completa a chapa, na vice -, além de deputados e secretários. O auxiliar era conduzido pelos correligionários para conhecer e cumprimentar os eleitores.

Questionado sobre críticas de que a candidatura de Câmara foi uma imposição, Eduardo Campos disse que a escolha foi conduzida com diálogo: "a sociedade sabe como trabalho na política. Todos sabem que eu sei ouvir demais, que eu sei construir frentes, não sou pessoa que carrega ódio no coração ou sentimento pequeno", disse.

Eduardo Campos também afirmou que confia plenamente no secretário e que ele fará mais pelo Estado. "Eu sei o que estava fazendo quando escolhi Paulo Câmara. Ele vai chegar ao governo na idade em que eu cheguei, pronto", sentenciou.

Passaram por Bezerros, também, o senador Humberto Costa (PT) e o deputado federal João Paulo. Eles caminharam pelo centro e visitaram a casa de uma liderança local. Os petistas ainda não definiram se lançam nome próprio ao governo ou se apoiam a candidatura do senador Armando Monteiro Neto (PTB).

À tarde, em Pesqueira, depois de prestigiarem a feijoada na residência do empresário Otávio Rêgo Barros, considerado um apoio eleitoral de Campos na cidade, a comitiva do seguiu para a praça Dom José Lopes, no centro da cidade. Câmara foi o único da Chapa Frente Popular a seguir para Pesqueira. Também acompanharam o cortejo o líder do governo na Assembleia Legislativa, Waldemar Borges (PSB) e o deputado federal Bruno Araújo (PSDB).

A programação dos socialistas deverá se encerrar no Recife, quando junto ao prefeito Geraldo Julio deverão prestigiar os shows no Marco Zero.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email