Paulo Teixeira: “Dallagnol se acha acima da lei”

Em declaração ao 247, o deputado do PT de São Paulo disse que o Congresso Nacional "precisa responder" a frase "leviana" do procurador federal Deltan Dallagnol sobre o ex-presidente aprovando a lei sobre abuso de autoridade; "Dallagnol está nos dando uma razão clara para aprovarmos uma lei sobre abuso de autoridade", diz; em coletiva nesta sexta-feira 17 em que fez um balanço da Lava Jato, Dallagnol se referiu a Lula como "um general em crime de guerra"

Em declaração ao 247, o deputado do PT de São Paulo disse que o Congresso Nacional "precisa responder" a frase "leviana" do procurador federal Deltan Dallagnol sobre o ex-presidente aprovando a lei sobre abuso de autoridade; "Dallagnol está nos dando uma razão clara para aprovarmos uma lei sobre abuso de autoridade", diz; em coletiva nesta sexta-feira 17 em que fez um balanço da Lava Jato, Dallagnol se referiu a Lula como "um general em crime de guerra"
Em declaração ao 247, o deputado do PT de São Paulo disse que o Congresso Nacional "precisa responder" a frase "leviana" do procurador federal Deltan Dallagnol sobre o ex-presidente aprovando a lei sobre abuso de autoridade; "Dallagnol está nos dando uma razão clara para aprovarmos uma lei sobre abuso de autoridade", diz; em coletiva nesta sexta-feira 17 em que fez um balanço da Lava Jato, Dallagnol se referiu a Lula como "um general em crime de guerra" (Foto: Gisele Federicce)

247 – O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) contestou na noite desta sexta-feira 17, em declaração ao 247, a afirmação feita pelo procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato, em coletiva de imprensa em que fez um balanço da investigação. Na ocasião, Dallagnol se referiu a Lula como "um general em crime de guerra", que "pratica crimes a partir de seu gabinete".

Para Teixeira, o procurador "se acha acima da lei". "Ele tem que ser fortemente punido pelo que ele falou. Se ele quiser fazer política, ele que se candidate", protestou o parlamentar. "Passou todos os limites", acrescentou.

Na avaliação de Teixeira, "essa postura dele vai levando ao profundo desgaste a instituição do Ministério Público, que de alguma forma vai demonstrando um abuso de poder".

"Taí uma justificativa clara para que se tenha uma punição sobre o abuso de poder", observa. "Dallagnol está nos dando uma razão clara para aprovarmos uma lei sobre abuso de autoridade. O Congresso Nacional precisa responder essa frase leviana do Dallagnol aprovando a lei", defende.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247